Café com ADM
#

Cartões pré-pagos e de fidelização miram no varejo brasileiro

Saldo de crédito em relação ao PIB se aproximará dos 55% até o final do ano

O mercado de cartões pré-pagos e de fidelização começa a conquistar espaço no mundo dos negócios também no Brasil. Promissor segmento que no mundo inteiro cresce a cada ano, o setor representa 8 bilhões de dólares em oportunidades só no varejo. Segundo levantamento realizado pela Card Monitor, com executivos das mais importantes empresas brasileiras, a perspectiva é bastante positiva e a maioria acredita no enorme potencial desse produto.

O maior desafio, no entanto, é a transposição da cultura do pré-pagamento já conquistada no mercado de telefonia celular, por exemplo. Os executivos acreditam que para alcançar o sucesso é preciso ampliar a abrangência geográfica, que deve ser parecida com a recarga de celular.

A conclusão do estudo revela que o saldo de crédito em relação ao PIB se aproximará dos 55% até o final do ano. Os executivos acreditam em forte aumento em volume de transações, cerca de 19%; além de um crescimento moderado no número de plásticos em circulação para os cartões de ampla aceitação, cerca de 4,7%.

Para se ter ideia da abrangência desse mercado, outra pesquisa do Mercator Advisory Group (Global Prepaid Markets Potential 2011), revela que os 30 maiores mercados de cartões e serviços pré-pagos (excluindo os EUA) representam 1,4 trilhões de dólares.

Dos dez principais mercados com maior potencial, os países do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) estão no topo do ranking, seguidos por Itália, França, Alemanha, Japão, Reino Unido e Espanha. Juntos, representam 1 trilhão de dólares em oportunidades, ou 69,2% do potencial total entre os 30 melhores.

No Brasil, atualmente, o varejo começa a entrar também no mercado de cartões presente, os chamados Gift Cards. O horizonte é conseguir elevar suas receitas com experiências de promoções dinâmicas e inovadoras. A rápida implantação, alto impacto em vendas e o custo baixo são os maiores diferenciais do negócio.

Sandro Ari Pinto é Copresidente da CIAGROUP

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.