Aumento do preço dos ovos de Páscoa foi de 16,5% em 2015, segundo pesquisa

Apesar da crise e da mudança no comportamento do consumidor, supermercados apostam em pequeno crescimento nas vendas

30 março 2015

A Páscoa é a segunda data mais importante em vendas para os supermercados depois do Natal. O professor de Finanças da pós-graduação do Ibmec/RJ, Gilberto Braga, fez uma pesquisa sobre o preço dos ovos de Páscoa em 2015. Segundo o levantamento e dados dos setores de supermercados e indústria, os preços dos ovos de Páscoa aumentaram em média 16,5% entre 2014 e 2015. Apesar da crise e da mudança no comportamento do consumidor, que está optando por ovos menores, o setor aposta em pequeno crescimento nas vendas.

Considerando os ovos com peso entre 100g e 270, que concentram a maior procura dos consumidores, os aumentos ficaram entre 10% e 11% em relação ao ano passado. Os ovos com brindes registram os maiores aumentos de preços individuais.

O preço do chocolate em barra aumento 8,8% em média nos últimos 12 meses, ou seja, menos que os ovos de Páscoa. Os bombons e barra são opções mais baratas para quem quer manter a tradição de começar esse doce na Páscoa. Uma barra de chocolate de 170g custa, em média, entre R$ 4,50 e R$ 6,00. Enquanto o mesmo peso de chocolate sob a forma de ovo custa, em média, R$ 16,00.

O grande lançamento da data foi o Ovo Kopenhagem Pandora, de 1 kg, feito em parceria com a joalheria e que vem com um pulseira e custa R$ 420,00.

Segundo Gilberto Braga, “a dica para os consumidores economizarem é pesquisar e, para quem não se importar com a correria nos últimos dias nos corredores cheios do supermercado, aguardar a chegada do sábado, véspera de Páscoa, quando os preços poderão sofrer uma queda”.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    café com admMinimizar