Café com ADM
#

Atraso escolar na rede pública recua 5,4 pontos percentuais no ensino médio entre 2010 e 2013

Dados do Censo Escolar 2013 sobre distorção idade-série nas escolas brasileiras são disponibilizados pelo portal QEdu

De 2010 a 2013, o atraso escolar recuou 5,4 pontos percentuais entre os estudantes de ensino médio matriculados na rede pública. Em 2010, o atraso escolar era de 38,1% e, em 2013, caiu para 32,7%. Os dados foram disponibilizado pelo site QEdu , portal aberto e gratuito que oferece informações recentes do Censo Escolar 2013 sobre distorção idade-série em todas as escolas do país, inclusive as privadas.

É possível visualizar o atraso escolar do Brasil, de seus estados e municípios, seja por rede pública, municipal, estadual, federal ou particular, além do total. Além da rede, é possível filtrar também pela localização da escola – rural, urbana ou total. A distorção é disponibilizada para anos iniciais, anos finais e ensino médio.

Ao longo de 2014, a ferramenta também atualizará os microdados do Censo Escolar referentes às taxas de aprovação, reprovação e abandono escolar. Em maio, foram divulgados os números sobre matrículas e infraestrutura.

O site é destinado a secretários de educação e gestores escolares, que a partir de dados da sua cidade, estado ou escola, têm uma visão geral da educação na sua área de atuação com possibilidade de comparação com outras escolas e localidades.Na ferramenta, também são disponibilizadas informações sobre a qualidade do aprendizado em cada escola, município, estado e país a partir do desempenho dos alunos na Prova Brasil.

Entre as informações e dados oferecidos pelo QEdu, veja algumas destacadas abaixo:

· Os dados de atraso escolar são mais altos nas escolas rurais do Brasil: no 6º ano, a distorção idade-série chega a 47,2%. Os números também chamam atenção no ensino médio, com 44% de atraso entre alunos do 1º ano;

· A região Norte do país concentra maior número de alunos com atraso durante a educação básica. No ensino médio, o total de alunos com atraso no 1º ano da rede pública chega a mais da metade dos matriculados (50,6%);

· Já a região Sudeste do país tem os menores índices de atraso: 20,1% dos estudantes estão fora da idade adequada para o 6º ano; no 1º ano do ensino médio, 25,6%;

· Em todo o Brasil, a rede pública possui 8,6 milhões de estudantes matriculados no ensino médio. Dentre estes alunos, o atraso escolar de 2 anos ou mais chega a 34,4%, mostrando que mais de 1,2 milhão dos jovens não estão na etapa escolar adequada para sua idade.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.