Café com ADM
#

As quatro iniciativas que você precisa para virar o jogo na carreira em 2014

Aproveite os primeiros meses do ano para substituir comportamentos e atitudes que não agregam por outros mais produtivos, para estar em paz com o trabalho no ano que se inicia

"Seja a mudança que você quer ver no mundo". A frase célebre é de autoria de Mahatma Gandhi. Parafraseando, podemos nós atuarmos também como a mudança que esperamos para a nossa carreira.

Começamos o ano fazendo desejos sobre como será 2014, do que iremos fazer para não cometermos os mesmos erros, ou melhor, para não deixar de fazer o que tem que ser feito.

Chegou o momento de intensificar a atitude com relação aos nossos planos para este ano. É uma ótima fase para promover mudanças na carreira e, encontrar emprego ou uma nova colocação. Agora é hora de investir em sua carreira.

Muitas empresas reestruturam seu quadro de funcionários no início do ano, vagas temporárias podem se tornar efetivas e empresas estão planejando as contratações e estipulando metas e resultados a serem alcançados nos meses que seguem. As portas estão abertas para que você consiga a vaga que busca ou aquela promoção tão desejada. A palavra de ordem é: Atitude! E para ter atitude é necessário definir um objetivo, onde queremos chegar.

De certa forma temos clareza do que queremos e do caminho a ser trilhado, o maior desafio é conseguir colocar em ação o que pensamos e sonhamos para o nosso futuro. Enquanto especialista no desenvolvimento de pessoas compartilho com aos meus clientes de que o primeiro passo para evitarmos a sensação de não ter “saído do lugar” é a definição dos nossos objetivos, do que queremos e onde pretendemos chegar. A partir da definição dos nossos objetivos, o próximo passo é pensar em uma estratégia, que é o planejamento, a forma como vamos atingir os resultados esperados. Diante dos objetivos estabelecidos e de um plano de ação, o próximo passo é colocar em prática, isto é, agir.

Este é o passo mais difícil. Requer sair da zona de conforto e muitas vezes não queremos, pois é trabalhoso e necessita de muito envolvimento e determinação. O que fazer então para sair desta situação? Temos duas alternativas:

A primeira é agir como condutor e não como passageiro deste trem que podemos chamar de vida. Como diz o cantor Zeca Pagodinho em sua música: ‘Deixe a vida me levar...’. É bom ser conduzido, mas não basta apenas seguir a maré, temos que ter controle de nossas vidas e saber para onde estamos indo. Acredite, você precisa de um plano, de uma estratégia se quiser alçar novos voos em 2014. O ano será diferente se cada um de nós agir de forma diferente. É você que precisa mudar, a passagem de ano é apenas um estimulo para termos novos comportamentos.

A frase escolhida pelo poeta Guilherme de Almeida para o brasão da cidade de São Paulo muito bem exemplifica esse processo de estar no controle da própria vida: ‘NON DUCOR, DUCO’. ‘Não sou conduzido, conduzo!’.

E a segunda alternativa é buscar ferramentas que auxiliem no autodesenvolvimento, com foco no aprimoramento de competências, que vão possibilitar um desempenho superior e com isto o alcance de nossas metas.

Ter consciência de que tudo depende de nós é fator fundamental para quem busca sucesso e está diretamente relacionado com a nossa capacidade de adaptação às mudanças. A mudança é um processo onde vamos substituir comportamentos e atitudes que não nos agregam por outros mais produtivos. Mudança é evolução, crescimento, e para termos um ano diferente é imprescindível ter comportamentos diferentes.

Quais são os seus planos para o Ano Novo? Mudar de emprego, ser promovido, fazer um curso, morar sozinho, dar uma guinada em sua carreira, ser feliz, ajudar as outras pessoas... Seja qual for a meta, o importante é estarmos motivados para atingir os objetivos. Mas o que é motivação? Quando falamos em motivação, estamos nos referindo a uma força, uma energia que nos impulsiona para atingir o alvo determinado.

Muitas pessoas se dizem motivadas, entretanto diante das dificuldades e obstáculos do dia a dia, não conseguem manter a energia e se desestimulam. Temos que ter a persistência necessária para não desanimar e não deixar que as nossas crenças nos impeçam de seguir em frente.
Quem de nós nunca ouviu a voz do ‘diabinho’ minando nossa atitude: ‘você não vai conseguir’, ‘isto não é para você’, ‘você é fraco (a)’ e, além de ouvir isto, o mais triste é que às vezes isto é falado por pessoas que nos são muito queridas, como familiares, amigos, colegas de trabalho - pessoas que estão presentes em nossa vida e que confiamos. Diante disso, muitos são os que se deixam influenciar e acabam desistindo de seus sonhos e os anos vão passando e quando tomamos consciência pode ser tarde demais.

Para ajudá-lo nesta nova empreitada, reunimos algumas orientações que podem auxiliar a atingir seus objetivos profissionais:

1. Avalie o seu currículo

• Está de acordo com seus objetivos?
• Se você estivesse no lugar do selecionador, te despertaria interesse em conhecer esta pessoa?
• Está atualizado? A impressão que se tem é de uma pessoa que investe em seu desenvolvimento?

2. Participação nas redes sociais

• Como está sua imagem na internet?
• Como está sua rede de contatos? A que grupos você pertence?
• Os seus contatos são apenas virtuais ou você se encontra face a face com as pessoas?

3. Melhore sua performance

• Que ações você tem feito para realizar um trabalho diferenciado?
• Você tem apresentado ideias novas, sugestões de melhorias?
• Está aberto para mudanças?

4. Invista em sua imagem

• Qual a imagem que você passa para as pessoas? De uma pessoa vencedora ou perdedora?
• O seu vestuário é adequado? Suas roupas passam a imagem de profissionalismo?
• Você sabe se portar em uma entrevista ou durante uma reunião?

Isto não é um teste, mas se fosse, sua pontuação estaria dentro do esperado?

Veja abaixo sugestões de como se posicionar nas questões elencadas:

• Independente de você estar empregado ou não, cuide de seu currículo, mantenha atualizado e faça uma avaliação de seus conhecimentos, experiência profissional, cursos realizados, fluência em idiomas, etc.. A partir desta avaliação você tem base para tomar a iniciativa de alavancar suas competências e buscar melhorias.

• Atualmente é importante que um profissional participe das redes sociais, entretanto, isto requer alguns cuidados: evite participar de grupos que não expressem suas convicções, não se exponha de forma demasiada, procure potencializar seu lado profissional e seus interesses com relação a sua carreira.

• A imagem de um profissional esta associada a cuidados pessoais, postura e vestuário. Procure investir em sua apresentação, cuide de sua aparência, invista em roupas para trabalhar e no dia a dia se preocupe com a sua postura. Seja ético e respeite as pessoas.

• Seja empreendedor. Tenha ideias e as coloque em prática. Procure pensar em formas diferentes de realizar as tarefas do dia a dia. Agregue valor ao seu trabalho. As mudanças em um primeiro momento nos tiram da zona de conforto, nos causam desassossego. Fique calmo, porque mais tarde percebemos que o novo é muito gratificante e nos faz crescer.

Por fim, caso você ainda esteja em dúvida se deve, ou não, buscar mudanças em 2014, acrescento uma citação atribuída a Steve Jobs, para reflexão. "Cada sonho que você deixa para trás, é um pedaço do seu futuro que deixa de existir". Pense nisso e desejo a você: ATITUDE!

Stefania Lins Giannoni - Psicóloga e Coach Executive da SLG Desenvolvimento de Pessoas.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.