A tecnologia pode ser um diferencial no ponto de venda

Temos observado várias ferramentas tecnológicas surgirem como alternativas a processos já existentes ou também trazendo inovação ao ponto de venda

Ferramentas de negociação que gerem valor no processo da venda são o que muitas empresas têm buscado no intuito de criar diferenciação em um mercado tão competitivo como o de hoje. Claro que os argumentos comuns e imprescindíveis em qualquer negociação não deixarão de existir, tais como, marca, qualidade, preço, volume, logística, entrega, promoção e outros.

No entanto, em um movimento de crescimento muito acelerado, temos observado várias ferramentas tecnológicas surgirem como alternativas a processos já existentes ou também trazendo inovação à comunicação, ação promocional, editoração de tabloides e monitoramento do ponto de venda, por exemplo.

Estas ferramentas auxiliam a dar mais velocidade às informações, a obter maior qualidade de dados do shopper, encurtar caminhos no processo de tomada de decisão entre o vendedor e o comprador, e com isso aperfeiçoam os resultados gerando mais satisfação aos clientes e também atendendo de forma mais assertiva ao consumidor final. Como exemplo, vamos explorar um pouco mais a ferramenta de monitoramento de ponto de venda.

Através de um aplicativo instalado em um smartphone ou tablet, um profissional da área de vendas ou merchandising de uma empresa (ou até mesmo um consumidor), pode realizar uma pesquisa no ponto de venda, verificando por meio de um questionário previamente definido pela empresa - podendo ser uma indústria ou varejo - o nível de assertividade do cumprimento da execução do PDV ao qual está sendo pesquisado.

Pode ser apenas uma pesquisa observatória ou pode haver perguntas a serem realizadas às pessoas que trabalham no PDV - ou também aos consumidores que estão visitando o local. O momento pode ser registrado através de fotos digitais, que servem ainda para garantir a veracidade da presença do pesquisador no local, como forma de controle.

E para que serve isso tudo? Para podermos entender melhor quais as necessidades do shopper, identificar onde estão ocorrendo as falhas na execução - porque por menores que sejam, sempre ocorrem - para ajustar desvios de rota, atender melhor as necessidades dos clientes e consumidores e consequentemente para buscar atingir melhores resultados antecipadamente à concorrência.

Essa é a busca do diferencial e é através da tecnologia que conseguimos obter as informações e geri-las em tempo real. Muita informação não adianta de nada se não soubermos o que fazer com elas. Portanto, é fundamental sermos assertivos e sabermos trabalhar com agilidade e rapidez no tratamento dos dados que captamos por meio de um monitoramento de PDV.

É trazer “inteligência” para a informação e transformá-la em ação, o que irá fazer a diferença e trazer resultados positivos e duradouros. Esta é apenas uma das ferramentas disponíveis atualmente. É importante estarmos atentos a estas inovações e ao que a tecnologia tem a nos oferecer, pois atualmente os custos já são muitos mais acessíveis do que no passado. Fique de olho!

Marcelo Murin é administrador de empresas com especialização em marketing e sócio-diretor da SOLLO Direto ao Ponto.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento