A história do Fusca em 5 imagens

Nascido na Alemanha nazista, o carro da família alemã se transformou no carro mais vendido do mundo

20 janeiro 2014

Os registros sobre a história do Fusca são escassos e, devido ao fato de sua origem e a da sua fabricante, a Volkswagen, terem uma relação próxima com o regime nazista de Adolf Hitler, pouco foi feito para se preservar alguma coisa. Mas, de acordo com alguns poucos dados que nem mesmo se pode afirmar se são precisos, o primeiro protótipo do veículo, projetado para ser "o carro da família alemã", foi entregue ao fuhrer em janeiro de 1934, há 80 anos, pelo projetista austríaco Ferdinand Porsche.

Dali até a primeira unidade sair da linha de produção passaram-se cerca de seis anos. O veículo, que ganhou o mundo e ficou conhecido como Fusca (Brasil), Carocha (Portugal) e Beetle (EUA), recebeu na Alemanha o nome de "KdF Wagen". O modelo foi o primeiro fabricado pela alemã Volkswagen e se tornou o carro mais vendido do mundo em 1972, ultrapassando o recorde que pertencia ao Ford Modelo T.

O carro chegou ao Brasil nos anos 1950, onze anos depois de fazer sucesso entre os europeus. As 30 unidades que vieram para território brasileiro conquistaram o coração dos motoristas, que começaram a preferir o visual arredondado e compacto do então Volkswagen Sedan, em vez dos grandes carros americanos vendidos no país.

Incorporado ao cotidiano do brasileiro, o modelo começou a ser montado no Brasil em 1953, ainda com peças importadas. E em 1959, o país recebeu a primeira fábrica da Volkswagen fora da Alemanha, em São Bernado do Campo (SP), marcando o início da produção nacional do modelo.

Em 1986, entretanto, a produção foi interrompida, após 3,1 milhões de unidades fabricadas, e só foi retomada em 1993. Durante o período de 27 anos, o Fusca foi coroado o carro mais vendido do país 24 vezes.

Apesar da volta à produção no Brasil, com incentivo do então presidente Itamar Franco, o “Fusca Itamar” foi descontinuado três anos depois, com menos de 50 mil unidades vendidas.

Embora tenha passado por transformações, nunca houve uma alteração drástica do modelo, afinal seria um “pecado” mudar as “feições” arredondadas do carro que se tornou parte da família brasileira.

Veja abaixo um resumo dessa história em imagens:

Rascunho que teria sido entregue por Hitler a Porsche
Suposta foto do lançamento do Fusca
Campanha alemã
Propaganda do lançamento do Fusca no Brasil
Publicidade do Fusca no Brasil

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    café com admMinimizar