Café com ADM
#
A automação é essencial para o funcionamento dos negócios
A automação é essencial para o funcionamento dos negócios

A automação é essencial para o funcionamento dos negócios

A Transformação Digital exigirá cada vez mais automação e, acima de tudo, acompanhamento contínuo por parte dos líderes e gestores corporativos

Você já deve ter ouvido vários exemplos sobre como as aplicações baseadas em Nuvem e os microsserviços estão ajudando a simplificar o trabalho das empresas. Por outro lado, não há dúvidas de que todos esses conceitos e novidades também têm tornado o ambiente de tecnologia das organizações exponencialmente mais complexo. Sendo assim, a dúvida que fica é: como aplicar essas inovações e ao mesmo tempo garantir o perfeito funcionamento dos negócios?

A princípio, a resposta mais eficiente para essa questão é a substituição dos modelos tradicionais por novas ferramentas automatizadas de monitoramento. Esse é o caminho natural, uma vez que as empresas já estão abandonando os métodos clássicos de produção, migrando seus ambientes de TI para plataformas em Cloud e baseadas em microsserviços, contêineres e alta escalabilidade. Em 2020, 70% das organizações terão microsserviços em sua produção, 90% contarão com estruturas híbridas (Nuvem Pública e Privada) e mais de 50% das companhias irão substituir completamente seus sistemas por modernas ferramentas de monitoramento.

O fato é que a Transformação Digital exigirá cada vez mais automação e, acima de tudo, acompanhamento contínuo por parte dos líderes e gestores corporativos. Afinal, os profissionais não têm tempo e condições de gerenciar de forma ininterrupta todos os dispositivos e recursos que garantem o funcionamento das redes. O esforço manual já não dá conta sozinho dos ambientes complexos, demandando apoio de ferramentas específicas para essa função. As empresas precisam de automação a cada passo, sobretudo diante do surgimento de infraestruturas cada vez mais complexas e em constante mudança.

A automatização é fundamental para ampliar a inteligência e a agilidade das operações corporativas, tornando a gestão, desenvolvimento e manutenção das estruturas de negócios muito mais precisas e úteis. Com mecanismos mais inteligentes, será muito mais fácil e rápido identificar a causa raiz de eventuais falhas para solucioná-las prontamente.

Ao agilizar essas operações de gerenciamento, as equipes técnicas de TI poderão focar suas atividades em raciocínio e estratégia – com ganhos práticos para os negócios, deixando para os sistemas a parte operacional de verificação que precisa ser feita 24 horas por dia, 7 dias por semana. O Gartner estima que, até 2021, os processos inteligentes de automação economizarão 6,2 bilhões de horas que hoje são investidas em tarefas repetitivas. Isso liberará energia para geração de insights e novas fontes de receita dentro dos times.

Os números mostram que sistemas de automação com o suporte apropriado de soluções de monitoramento são uma aposta segura para organizações que buscam crescimento no mercado. De acordo com a pesquisa “Be the New Digital Enterprise”, da Accenture, as corporações que abraçam a Transformação Digital são 26% mais lucrativas do que as que não optam pela modernização do negócio como um todo. Além disso, os principais executivos mundiais estimam que os recursos atrelados à digitalização dos processos produtivos podem injetar US$ 100 trilhões na economia global na próxima década. Não por acaso, grandes companhias já perceberam que inserir os negócios na Era Digital pode gerar resultados extremamente positivos no presente e no futuro.

Soluções que monitoram, coletam e analisam diferentes perfis de clientes serão essenciais para companhias que entendem a importância positiva da experiência dos usuários na performance dos negócios. O uso de inteligência de software para simplificar a complexidade da Nuvem corporativa e acelerar a Transformação Digital está crescendo, mudando a forma como as companhias armazenam e conectam, de forma inteligente, informações sobre as atividades dos consumidores e suas interações com as marcas.

Vale dizer, ainda, que a automação é uma forma prática das empresas acompanharem as necessidades dos clientes e as mudanças no comportamento humano. A modernização é fundamental para atender o novo consumidor, cada vez mais exigente. A geração Z, que nasceu depois de 1994, representará 40% de todos os clientes até 2020. Esses consumidores digitais demandam das companhias mudanças, atendimento rápido e assertivo, relacionamento próximo e produtos personalizados para suas necessidades e interesses. Esse movimento exigirá das empresas uma postura mais inteligente e integrada.

A tecnologia permite que as empresas melhorem as experiências de seus clientes por meio da adoção de novas iniciativas e da redução da complexidade operacional, conquistando o mercado mais rapidamente do que a concorrência. Os líderes que apostarem em inovações tecnológicas como monitoramento e automação de aplicações para melhor oferta de serviços e produtos sairão à frente e terão mais condições de transformar seus negócios em modelos de crescimento. As soluções para a Transformação Digital já existem. Basta sabermos aproveitá-las.

Rich BentleySenior Director of Product Marketing da Dynatrace

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.