4 marcas que incluem os consumidores em suas campanhas de marketing

Mostrar o que o produto, a marca ou a mensagem significa para as pessoas no cotidiado é uma forma de enriquecer a história da campanha

A medida que as campanhas de marketing se atualizam para incluir páginas do Facebook e hashtags como parte da publicidade “tradicional”, as marcas estão cada vez mais olhando para os seus consumidores, ou fãs.

Mostrar o que o produto, a marca ou a mensagem significa para as pessoas no cotidiado é uma forma de enriquecer a história da campanha. Essas histórias são genuínas e se conectam com os outros de uma forma que nenhum departamento de marketing pode fazer - porque você simplesmente não pode forjar sinceridade.

Abaixo, Ekaterina Walter listou quatro marcas que estão fazendo essa nova forma de publicidade dar certo.

1. Tiffany: What Makes Love True

A joalheria Tiffany&Co convocou seus clientes para fazerem parte de uma grande galeria de imagens - através do Instagram -, com um mapa interativo, que mostra momentos de amor verdadeiro na vida diária dessas pessoas. O resultado é a criação da seção“Love is Everywhere” (“O amor está em todos os lugares”, em tradução livre) do site What Makes Love True.

As pessoas podem colocar suas fotos na galeria para que outras “curtam” e compartilhem com a hashtag #truelovepictures. Outra forma de interação é colocar um pin com suas iniciais no mapa da Tiffany e contar qual momento romântico aconteceu naquele lugar.

Algumas das fotos mais populares foram curtidas quase 10 mil vezes e novas histórias de amor estão sempre chegando, o que mostra como essa campanha ganhou o coração das pessoas.

2. Airbnb: Hollywood e Vines

No ano passado a companhia de viagens Airbnb criou o primeiro vídeo feito inteiramente de Vines enviados por usuários de todo o mundo.

O filme, que mostra a jornada de um único pedaço de papel, foi criado a partir de instruções enviadas pela companhia para os seus fãs no Twitter. As pessoas inscreveram seus próprios Vines para, juntos, fazerem parte da história.

Rapidamente o vídeo viralizou e foi compartilhado por milhares de pessoas inspiradas pela mensagem de aventura e transformação.

3. McDonalds: We All Make the Games

Em 2012, a McDonald’s foi patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos e colocou os fãs dos jogos no centro de sua campanha. A empresa incorporouconteúdo gerado pelo usuário em seus anúncios de TV, página no Facebook, e página web dedicada. Imagens dos fãs ajudaram a mostrar a emoção de um evento que contou com o entusiasmo e apoio do público.

A página do Facebook do Reino Unido, que permitiu aos visitantes dos jogos e britânicos a postarem suas fotos, viu mais de 20 mil usuários ativos no período entre 13 de julho e 30 de julho de 2012.

As fotos postadas pelos usuários foram usadas em cartazes, anúncios digitais - incluindo um no centro de Londres - e em anúncios impressos em revistas e jornais.

4. Nike: The Chance

A cada ano, a Nike veicula uma campanha chamada The Chance, que dá aos jovens de todo o mundo a oportunidade de ganhar um lugar na Academia Nike por um ano - e a chance de virar profissional.

A chamada da campanha é: "Se você tem um corpo, você é um atleta", e pretende provar que não existem barreiras para o talento de chegar à próxima geração de jogadores de futebol através de mídias sociais.

A campanha ficou no por seis meses em 2010, através Nikefootball.com, Facebook, Twitter e YouTube. Os participantes criaram mais de 17.000 páginas do Facebook, que atingiu um adicional de 5,5 milhões de fãs. Além disso, foram criados 2.000 vídeos gerados por usuários e 28 mil mensagens de jogadores. A marca ainda recebeu 3,4 milhões de visualizações no YouTube. Os vencedores receberam um atendimento ano na Academia, chegando a jogar contra as equipas de reserva do Campeonato Inglês e outros clubes.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.