Livro

A ponta da lança

Livro mostra lições de equipes da elite policial que se aplicam à gestão empresarial

A ponta da lança

Livro

A ponta da lança

Marco Tulio Zanini, Carmen Migueles e Marcio Colmerauer

Comprar



Mais sobre a obra

Como lições aprendidas na gestão dos esqua­drões de elite podem inspirar líderes empresariais? Em “A ponta da lança”, os autores buscam compreender, a partir da análise da atuação do BOPE, da CORE e do COT, respectivamente unidades das polícias militar, civil e federal no Rio de Janeiro – comparadas com as equipes norte-americanas de polícia SWAT e US MARINES –, aspectos intangíveis da gestão. Elementos como liderança, cultura e relações de confiança são analisados para entender de que forma eles cooperam para a construção da competência nessas equipes e para o alcance de resultados. A força do vínculo entre os indivíduos, com o grupo e com a instituição é determinante para a eficiência nas equipes de operações especiais.

Para os autores, de modo geral, as empresas hoje enfrentam dilemas na busca pela diferenciação e inovação, mas as precondições para alcançar esses objetivos estão na capacidade de gerar um sistema de gestão que desperte sentido para o trabalho e a motivação e confiança recíprocas entre seus membros. A obra mostra que a força do vínculo, tão presente nas equipes de operações especiais da polícia, é exatamente o elo perdido na gestão atual das empresas.

Os autores destacam ainda traços co­muns dos combatentes – como lealdade, coragem, disciplina pessoal e resiliência – que enfren­tam missões de vida ou morte. Na visão dos autores, a ação orientada por uma missão está sempre presente nessas equipes, gerando motivação e sentido para a realização da tarefa. Os autores constataram ainda que não são processos formais e normas institucionais e burocráticas que constroem a excelência operacional nessas equipes, em que estruturas hierárquicas e centralizadas, isoladamente, mostram-se ineficientes. Mas a efetividade de trabalho depende muito da autonomia de equipes operacionais para atuar em cenários complexos e imprevisíveis.

Criando um paralelo com o mundo empresarial, a obra revela a im­portância de a ação ser orientada por uma missão, gerando motivação e propósito de vida, da liderança orientada por valores e das relações de confiança para a conquista da excelência operacional. Raros são os casos no mundo empresarial em que o ciclo de planejamento, ação e resultado se completa em tão pouco tempo, como nas equipes de operações especiais, com a possibilidade de avaliar o seu sucesso ou fracasso de maneira tão contundente.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.