Zona de conforto: 3 dicas fáceis para sair da mesmice

Querida por uns, temida por outros. A zona de conforto é como uma arma apontada para sua cabeça. Confira agora as dicas e saia dessa antes que seja tarde

É como uma areia movediça que não permite que nos movimentemos. A falsa sensação de segurança que a zona de conforto nos traz pode ser um dos piores inimigos que podemos ter.

Recentemente passei por mais um processo cortes na empresa onde trabalho. Tão natural quanto comum em tempos de economia ruim. Todos ficamos muito apreensivos com nosso futuro pois ser demitido com o mercado da forma que está não é nada bom.

Foram momentos de muita tensão mesmo. Em alguns destes momentos pude notar que algumas pessoas ficaram mais apreensivas do que outras. O motivo deste nervosismo foi óbvio: eles estavam na zona de conforto e isso, naquele momento, somava pontos negativos.

Felizmente muitos ficaram. Infelizmente outros foram mandados embora. Porém, a lição ficou: quem está nessa temida faixa da zona de conforto que fique esperto, que saia da mesmice e abra o olho.

A ideia deste artigo é passar dicas fáceis para não ser pego pela zona de conforto, por mais confortável que ela pareça ser. Confira abaixo e saia dessa o quanto antes!

Zona de conforto: A fronteira dos acomodados

O significado de “conforto” é “uma região onde nenhum indivíduo se sente ameaçado”. Essa sensação de calma por conhecer tudo (processos, pessoas e funções) geralmente cria profissionais pouco valorizados.

É comum no mundo de TI vermos profissionais que tentam ser insubstituíveis. Essa amarração com o trabalho é tão ruim quanto desnecessária. Atualmente sabemos que ninguém é insubstituível e que, acima de tudo, as empresas valorizam a troca de informações e o trabalho em equipe. Prender-se a isso é criar uma zona de conforto.

Mensagens pensamentos: Seguindo a intuição

Todos devemos sempre seguir nossa intuição. Para profissionais técnicos do mundo da tecnologia da informação isso pode parecer um pouco demais. Porém, confiar na nossa intuição pode dar certo.

Reflita: você está tranquilo no seu trabalho. Zona de conforto na certa. Você já ouviu uma voz falando pra você se mexer antes que algo aconteça? Pois é... é a sua intuição tentando te avisar que você está afundando na zona de conforto.

Todos buscamos ser úteis e permanecer parados não é útil pra ninguém.

O que é motivação

Entendemos que a zona de conforto é ruim, porém, de onde tirar motivação? No artigo passado falamos sobre algumas dicas para orientar sua carreira nos momentos em que você se vê sem saída (leia mais aqui). Além disso, você pode tirar motivação para sair da mesmice seguindo estas dicas fáceis:

1 – Seja relevante para sua equipe

Não entenda relevante como insubstituível. Atualmente todos querem ter uma carreira reconhecida e notada por todos. Ser relevante é ser uma pessoa requisitada pelos outros. Atue em favor de todos que, no final, você estará atuando em favor próprio.

2 – Trabalhe bem em equipe

No mundo de egos do mercado de trabalho, saber trabalhar em equipe é algo meio raro. Fazer isso bem já gera diferenciação.

Tome uma dose de bom humor e de amor ao próximo e mãos à obra.

3 – Perdoe-se mais

Teste, tente e arrisque mais. Um dos grandes responsáveis por entrarmos na zona de conforto é o medo de errar. Quando encontramos uma situação onde erramos menos, pronto: está criada a zona de conforto.

Erre mais, porém com responsabilidade. Saiba que somos humanos e todos podemos errar.

Espero que estas breves dicas possa fazer com que sua carreira não atole na zona de conforto. Seja (bem) visto. Para melhorar cada vez mais, é interessante sempre estarmos preparados e atentos ao que ocorre à nossa volta.

Até mais!

ExibirMinimizar
Digital