Café com ADM
#

Você sabe como ser mais paciente no seu dia a dia?

A paciência é uma capacidade ímpar para qualquer pessoa do mundo, pois, é capaz de dar paz, serenidade e felicidade para todos aqueles que a detém

A paciência é a maior de todas as virtudes, principalmente, nessa era maldita em que vivemos, onde as pessoas cada vez mais encontram dificuldades para equacionarem suas emoções. De uma forma bem simples, podemos afirmar que paciência nada mais é do que gerenciar de forma eficiente o nosso controle emocional, equilibrando-o perante as adversidades que nos chegam, e consequentemente, mantendo o nosso estado de homeostase intacto. Em outras palavras, é suportar, porfiar e tolerar todos os problemas e dificuldades existentes em nossa vida, de forma que possamos enfrentá-los sem que nossa ansiedade e medo, nos façam perder nosso estado mental perfeito (equacionado).

Entretanto, a maioria das pessoas não possui esse valioso atributo, e por esse motivo, possuem seu sucesso pessoal e profissional afetado, pois, sem ele, nada pode ser feito. Uma pessoa intolerante e impaciente sofre muito com suas atividades cotidianas, pois, é ansiosa, apressada e nervosa, comprometendo assim, não somente sua própria vida, mas também a vida de todos aqueles que estão ao seu redor. O que quero dizer é o seguinte: a paciência não é apenas uma virtude, mas uma obrigação para todos aqueles que buscam ser vencedores.

É fato que a humanidade não está emocionalmente preparada para o crescimento e as transformações que estão ocorrendo na presente era que vivemos. A velocidade em que as coisas acontecem está, literalmente, enlouquecendo a mente humana, e o resultado pode ser visto nos consultórios de psicologia e psiquiatria, onde vemos cada vez mais a contingência desenfreada daqueles que não puderam suportar as pressões desse mundo moderno.

Seguindo o raciocínio dos parágrafos acima e sabendo do desejo de algumas pessoas em obter essa valiosa competência, elaborei 10 passos para que uma pessoa possa ser mais paciente no seu dia a dia, confira:

O primeiro passo é aprender a não se preocupar com os problemas que não podem ser resolvidos momentaneamente. Muitas pessoas comprometem seu estado mental, por buscarem a resolução de seus objetivos na hora errada. Um exemplo: se você iniciar uma dieta e os resultados não forem muito satisfatórios no começo, de que adianta se desesperar? Ora, se você está fazendo todo o procedimento correto, com disciplina e persistência, basta ter tranquilidade e tolerância, que as coisas irão ocorrer como o planejado e certamente, você perderá peso. Porém, se você entrar em desespero e começar a fazer loucuras, tudo irá por água abaixo, haja vista, que o emagrecimento é algo à longo prazo e que exige, sobretudo, muita calma.

O segundo passo é a disciplina. Não podemos nos esquecer, que paciência é algo que exige muita educação de nossa parte, pois, não é uma virtude que conseguimos criar da noite para o dia. Problemas graves, tragédias e imprevistos são fatores que tem o poder de perturbar nossa paz interior. Daí a importância de sermos organizados e trabalharmos nossa paciência, nos preparando para agir com prudência perante essas situações, objetivando aumentar nossa capacidade de suportar pressões.

O terceiro passo é através do desenvolvimento de sua autoconfiança, pois, acreditar em suas próprias forças é algo que irá fazê-lo ter brilho nos olhos e a certeza de que através de sua determinação, insistência e disciplina, será possível atingir todos os objetivos traçados, fazendo com que o otimismo seja a pedra angular de sua égide personalidade.

O quarto passo é desenvolver amor pelo próximo. Tanto os seus amigos, quanto os seus inimigos irão magoá-lo ao longo de sua vida, sendo assim, você irá precisar de um atributo ímpar nessa situação, a saber: o perdão. Sem dúvidas, é a sua capacidade de esquecer as ofensas e humilhações executadas pelas outras pessoas, que fará com que seu estado de espírito permaneça firme. Portanto, busque se lembrar de que você também é um ser errante e que precisará sempre do perdão das pessoas, objetivando executar tal pratica, mesmo quando seus semelhantes não forem dignos dela.

O quinto passo é o da felicidade. Você precisa aprender a identificar as coisas que te alegram e que te trazem entusiasmo no seu dia a dia, haja vista, que ninguém aguenta viver somente cumprindo “trâmites burocráticos”. Desta forma, busque curtir a vida: passear, tomar sorvete, ir à praia, nadar em cachoeiras, pescar, brincar com as crianças, apreciar o céu estrelado, desenhar, criar poesias, enfim, VIVER, ao em vez de apenas EXISTIR.

O sexto passo é fazer seu corpo transpirar. Para isso ocorrer, você deve praticar constantemente uma atividade física, aliviando não somente seu exterior, mas principalmente, o seu interior. Olhe ao seu redor e repare que as pessoas menos estressadas são exatamente aquelas que possuem “espírito de atleta”, ou seja, aquelas que buscam exercitar-se continuamente, evitando o sedentarismo.

O sétimo passo consiste em olvidar as críticas. Sem dúvidas, vivemos cercados de pessoas que ostentam personalidades totalmente diferentes das nossas, fazendo com que o mundo seja uma grande esfera de contrariedades. Assim, é natural que as pessoas critiquem umas as outras, mesmo sem muita razão ou, argumentos para isso. Logo, o que devemos fazer é não absorver tais negatividades (salvo as que forem para nosso bem), ignorando esses “juízes”.

O oitavo passo é através da técnica da meditação. Você precisa aprender a esvaziar sua mente, otimizar suas habilidades de concentração e principalmente, a se desligar do mundo exterior, para que assim, você possa alcançar um estado de serenidade, paz e contentamento.

O nono passo é saber valorizar os bons momentos vividos. Todos nós temos aqueles momentos de felicidade, que marcaram nossas vidas, não é verdade? Deste modo, recordá-los é uma forma de encher a nossa alma dessa nostalgia positiva e consequentemente, de manter a nossa alegria.

O décimo passo é o bom humor. Você precisa ser uma pessoa bem humorada, infantilizando-se para que esse mundo gelado, não esfrie a chama do seu coração. Vivemos em um mundo burocrático, seco e sem amor, portanto, devemos semear felicidade constantemente, para que assim, possamos fazer um favor não só a nós mesmos, mas a todos aqueles que fazem parte de nossa geração.

Devemos manter nosso equilíbrio mental equacionado, pois, através desse ato, poderemos usufruir de plena felicidade e constante paz interior, transformando nossa vida em uma harmonia sempar em meio ás complexidades desse mundo caótico e apressado do qual fazemos parte.


ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.