Você esta pronto para o home office?

Home office pode ser sinônimo de flexibilidade, bons resultados mas ao mesmo tempo falta de compromisso e desmotivação. Esta preparado?

Se você está pronto, eu não sei! Mas vou compartilhar a minha visão com base na experiência que tenho com o Home Office, e espero que lhe ajude para tomar uma decisão relacionada a este tipo de atividade!

Não ter hora certa para acordar, estar mais próximo de amigos, parentes, ou quem estiver em casa, são pontos positivos do Home Office, por outro lado é preciso saber estabelecer horários e compromisso com o cronograma das atividades! Se em um escritório as vezes é fácil se dispersar com uma mensagem no WhatsApp ou algum vídeo nas redes sociais, em casa o risco é maior, televisão, som, piscina, sofá, são muitos os atrativos para relaxar e desviar a atenção do que realmente é a meta diária. Resumindo em casa você precisa de um comprometimento maior com suas responsabilidades.

Com a vantagem de cada dia poder estar em um ambiente diferente, ter flexibilidade para ir para a casa de parentes e amigos e se tiver grana até viajar de férias durante o trabalho, precisando apenas levar um Tablet ou notebook e estabelecer uma menor jornada de trabalho durante estes dias. Coisa que até consegui fazer em um projeto de 2014, claro que me preparei para isto trabalhando mais durantes alguns dias e inclusive finais de semana, para apenas dar suporte enquanto tirava férias. Quero dizer a flexibilidade do Home Office é muito maior, a empresa foca em produção e não em jornada de trabalho.

A tomada de decisão do trabalho Home Office precisa ser mais rápida, mesmo que não seja decisão de seu departamento é preciso ter uma solução quando for a hora, pois com todos os membros da equipe espalhados por diversos locais, e inclusive países diferentes, e as vezes línguas diferentes, mesmo que utilizando ferramentas como Google Drive e DropBox para compartilhar conteúdo em tempo real e também o Skype auxiliando a conferências e pequenas reuniões muitas das vezes os membros e líderes estão envolvidos em outras atividades e é preciso estar pronto para correr riscos em busca de melhores soluções para com as atividades da empresa.

Reflexão:

Os principais pontos positivos são relacionados a maior flexibilidade, desenvolvimento da habilidade de autogerenciamento, sem estresse com trânsito, você ganha tempo, além de poder estar em locais diferentes e mais contato com família e amigos. Por outro lado é preciso de muito comprometimento, alguns profissionais podem se sentir sozinhos, não se trabalha tanto o marketing pessoal, e parece que as chances de crescimento mesmo com superação de resultados seja menor, pois os líderes não acompanham de perto o trabalho do profissional Home Office.

Se pudesse escolher, gostaria de ter a flexibilidade do trabalho Home Office, e mais flexibilidade de horários, de forma que não prejudique o trabalho claro, mas não gostaria de abandonar o trabalho que proporcione contato presencial com colegas de trabalho, clientes e parceiros.

O Home Office entra como fator motivacional para muitos, mas para outros pode certamente ser visto de forma negativa, por isto é preciso que líderes identifiquem junto a seus colaboradores qual o melhor caminho e que o profissional ao aceitar o trabalho Home Office esteja muito seguro desta decisão.

Com a economia instável que o Brasil passa neste exato momento, pode ser uma boa medida, que inclusive está sendo já aplicada em algumas empresas dos grandes centros.

Acredito que o sucesso do trabalho Home Office tem mais chance com profissionais auto gerenciáveis. Se você for um profissional que precisa sempre da presença do líder e de alguém indicando o próximo passo, não recomendo que trabalhe fora da empresa.

Seja para diminuir custos, motivar profissionais, otimizar tempo, o Home Office já é realidade e cada vez mais uma tendência para todas as empresas. Faça o teste e compartilhe bons resultados.

ExibirMinimizar
Digital