Está procurando emprego? Parabéns, agora você está empregado

Leve a sério a prospecção de emprego

Como coach, eu tenho alguns clientes em busca de recolocação no mercado de trabalho, que acompanho constantemente até sua recolocação. Além disso, todos os dias converso com pessoas na mesma situação ou ouço histórias sobre elas... Essas histórias normalmente são sobre suas dificuldades em encontrar emprego. Sabemos que o cenário econômico atual não é dos mais animadores para quem está prospectando e que o prazo para conseguir uma recolocação está muito diferente do que vimos nos anos anteriores. O tempo necessário aumentou, em média as pessoas tem levado de 6 a 8 meses para encontrar uma recolocação... mas não é impossível!

O que vejo é que muitas pessoas tem levado pouco a sério o novo emprego... Qual novo emprego? Se você está buscando recolocação, seu novo emprego é procurar emprego! 40 horas por semana prospectando ou estudando, nada menos do que isso. Prospectar vagas nas redes sociais (Linked In, Bebee.com, perfis de vagas do Facebook e Twitter), sites gratuitos e pagos (Vagas.com.br. Empregos.com.br, Elancers, etc), enviar mensagens para TODO MUNDO do seu networking do Linked In e Facebook avisando que você está em busca de recolocação. As pessoas não tem bola de cristal, não sabem que você está procurando emprego e, se não souberem, não tem como indicar você para vagas que vierem ao conhecimento delas. Com tantos amigos e contatos que as pessoas tem, postar na sua timeline ou mudar seu título no Linked In não é garantia de ninguém ter lido.

Faça no mínimo 10 contatos por dia – se não tiver 10 vagas pra se candidatar, complete o número com envios de mensagens ao seu networking através de e-mail, Linked In e Facebook avisando que está buscando recolocação e uma pequena descrição de quem é você profissionalmente, o que faz e o que está buscando. Pegue a lista das 100 melhores empresas para trabalhar ou das 100 maiores empresas e se cadastre no site de TODAS. Dá trabalho? Dá. São formulários longos e muitas vezes chatos? São. Mas você quer trabalhar, não quer? Então, faça ser estatisticamente improvável não ser chamado para uma entrevista.

Nas horas que sobrarem das 8 horas em que você está trabalhando na recolocação, ESTUDE. Aprenda línguas, desenvolva competências e outras habilidades. Está sem dinheiro? Leia livros – há dezenas de livros baratos, em torno de 20 reais nas livrarias ou 10 reais nas versões digitais. Também há centenas de cursos gratuitos na internet sobre vários temas, sites como Livemocha e Duolinguo para aprender línguas, vídeos no Youtube sobre os mais diversos temas e sempre há alguma palestra no Sebrae e outras instituições relacionadas a sua área de atuação. Basta procurar!

Leve a sério seu novo emprego – assim, você aumenta suas chances de se recolocar!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento