Você é um profissional competente?

Vamos falar de um tema importante e estratégico para qualquer empresa (independente de seu segmento ou porte) e que atinge, diretamente, os seus colaboradores, pois todos sabemos que o que faz a diferença dentro das empresas é o rol de competências que cada profissional possui.

Excelência é uma arte conquistada pelo treino e hábito.
Nós não agimos certo porque temos virtuosidade ou excelência, mas, preferencialmente, as temos porque agimos certo. Nós somos o que fazemos repetidamente.
Excelência, então, não é um ato, mas um hábito.
Aristóteles



Vamos falar de um tema importante e estratégico para qualquer empresa (independente de seu segmento ou porte) e que atinge, diretamente, os seus colaboradores, pois todos sabemos que o que faz a diferença dentro das empresas é o rol de competências que cada profissional possui. É fato que o modelo de gestão de competências está se consolidando cada vez mais, unindo-se à visão compartilhada onde todos os envolvidos crescem a cada dia; é, portanto, uma relação de ganha-ganha. As empresas procuram ter um ambiente propício para os profissionais competentes; por isso,

atrair, desenvolver e manter talentos é imprescindível. Com os novos tempos, o RH mudou a sua linha de atuação, tornando-se estratégico e procurando conhecer, profundamente, o negócio da empresa tanto quanto qualquer outro departamento, para poder traçar suas metas e formular, com eficiência, seus planos de ação.



O que se espera deste mercado, tão competitivo e com uma economia tão volátil, são organizações menos burocráticas e rígidas, mais rápidas, flexíveis às mudanças e, principalmente, inovadoras, ajustadas às novas regras da competitividade. Isso abre caminho para pessoas talentosas, pois os profissionais estão se capacitando cada vez mais e estão sempre atentos a novas oportunidades. As empresas buscam, de maneira geral, profissionais condizentes com a sua agilidade, ou seja, profissionais que não se restringem aos processos, às rotinas, aos meios, aos métodos vigentes, mas que procuram focalizar objetivos, metas e, principalmente, os resultados. E os profissionais, por sua vez, acabam desenvolvendo atitudes empreendedoras em seu estilo de trabalho, mudando papéis de acordo com a evolução dos cenários. Por isso, caro leitor, você não pode mais ficar parado, pois se não cuidar do seu futuro HOJE, como conseqüência, ficará fora do mercado! Agora você percebe porque é de extrema importância se desenvolver em novas abordagens empresariais? Pense .... é a sua vida, o seu futuro.



Analisando por esse prisma, a maioria das empresas passou a disponibilizar programas que desenvolvem competências, atitudes e comportamentos laborais mais adequados à realidade de cada um, e, assim, não podemos negar que as culturas organizacionais estão sendo mais sinérgicas e proativas, antevendo soluções para continuar atribuindo valor e diferença no disputado mercado.

E você? Da mesma maneira, deseja também ter um diferencial? Seu trabalho é frustrante? Seus objetivos atendem às práticas de sua função? Será que você tem competência para atuar no que está trabalhando atualmente? Quanto a sua competência contribui para o seu desenvolvimento e o da empresa? Você sabe? Então, reflita nos seguintes aspectos: será que você está na profissão certa? Será que você está no emprego que corresponde aos seus talentos? O que você faz com o seu saber? Você tem talento, mas não se esforça para melhorar? Espera que a empresa cuide de sua profissão por você? O quanto você quer se empenhar em sua carreira? Você deseja mesmo viabilizar a sua própria ascensão?

Só você, leitor, é capaz de conduzir a sua carreira para a auto-realização e só você pode dar estas respostas a si mesmo em primeiro lugar.

Ninguém pode impulsionar a sua carreira por você. É você que deve comprometer-se com os seus objetivos e metas. Criar estratégias para conseguir resultados positivos orientando seus esforços, tendo uma diretriz, um diferencial e uma IDENTIDADE própria. Metas e ações caminham juntas, lembre-se sempre disso. As metas não devem ser admiradas, devem ser alcançadas!

Fique bastante atento, pois como o mercado é instável e cada vez mais é de vital importância renovar competências (básicas, essenciais e específicas); por isso, maximizar as suas potencialidades é transformar-se e ao mesmo tempo ter a oportunidade de crescer continuadamente. O ser humano é isso, um eterno aprendiz!

Empresas que utilizam o modelo de competência dão suporte à evolução das estratégias organizacionais (novas competências favorecem novos padrões de desempenho). As competências mudam, assim como o mercado, por isso, ajustá-las às necessidades empresariais é imprescindível. Com as profundas mudanças oriundas da globalização, crescer é inevitável e necessário, sugerindo, inclusive, às empresas, a criação de novos modelos administrativos e tecnologias.

Estes aperfeiçoamentos deixam as empresas mais dinâmicas; entretanto, devemos ressaltar que a qualidade não se conquista somente com novas tecnologias, mas sobretudo com pessoas COMPETENTES, que não aceitam as coisas passivamente, mas colocando o seu toque pessoal, a sua personalidade, os seus temperamentos, o seu esforço, desenvolvendo, também, um espírito empreendedor (não importando o seu nível hierárquico) e uma boa dose de ousadia laboral. Tanto as empresas quanto os profissionais estão percebendo que tudo pode ser aprimorado, que o mundo está em contínua melhoria e aperfeiçoamento essa é mola do progresso - não importando se de forma mais gradativa em alguns países e em outros de forma efervescente. O que importa é que nada substitui o talento das pessoas e com isso teremos a verdadeira VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL. Você, leitor, compreende o quanto pode SOMAR para si, para a empresa e, principalmente, para o seu país?

Estabeleça direções e aprenda de forma contínua. Focalize novas oportunidades de crescimento. A sua educação (cursos, seminários, congressos, grupos de estudo, etc.) tem papel fundamental neste processo de evolução, que, além de ser incentivador, é capaz de suprir as carências necessárias para a sua evolução. O conhecimento é a matéria-prima das novas idéias e soluções. Para se manter o necessário nível de competitividade, deve haver a constante busca de informações. O lema é crescer sempre!

Depois de inúmeras leituras e a própria experiência prática como Orientadora de Carreira/Potencial e Assessora de várias empresas - em projetos organizacionais e Recursos Humanos, poderia resumir o que é para mim a competência: no geral, é um conjunto de habilidades, conhecimentos, posturas e atitudes que contribuem para uma atuação de destaque, ou seja, de excelência em determinados contextos. É importante a empresa entender cada competência assim como os profissionais também - e saber que uma está agregada a outra, pois o ser humano é um todo e devemos analisá-lo holisticamente. Nessa busca de competências, podem ocorrer algumas variações, por isso, muitas vezes dependendo da cultura e do cenário específico da empresa você é mais competente para uma tarefa ou para uma empresa do que em outras ocasiões. O importante é ter sempre um autoconhecimento elevado e um auto-respeito positivo para que não desestruture a sua auto-estima, pois devemos ter sempre em mente que cada ser humano tem o seu limite!

Agora, vamos verificar algumas competências às quais o mercado atribui valor:

Discernimento
* Tenha ponderação nas expansões e expressões verbais e comportamentais.

Ritmo de Trabalho
* Procure acelerar seu ritmo habitual de trabalho sem, contudo, prejudicar a sua qualidade.

Aspectos Físicos e Mentais
* Boa saúde física e mental, ou seja, facilidade para modificar a personalidade psíquica, com ajustes às exigências do mundo exterior.

Aspectos Emocionais e Decisão
* Busque o equilíbrio entre as realidades interna e externa, entre o impulso de atuar e a reflexão.

Comprometimento
* Disciplina, método, consciência profissional, perseverança e dedicação.

Relacionamentos Interpessoais
* Procure a convergência ao invés de conflitos. Não viva em constante atrito com os demais. Será que o mundo tem que se adaptar a você ou você adaptar-se a ele? Busque um equilíbrio!

Ambição
* Força de poder criador ou realizador. Suas ações devem estar alinhadas com suas intenções. Monitore suas ações em relação aos seus objetivos.

Combatividade
* Procure combater aquilo que dificulta seus planos e/ou decisões. Os desafios mobilizam suas forças ou as paralisam? A escolha é sua!

Lealdade
* Mantenha seus compromissos e porte-se com honra. Possua retidão. Sua conduta deve ser regida por princípios éticos e integridade moral. Aja de modo a promover a boa moral, sem se utilizar de atalhos duvidosos.

Equipe
* Some seus esforços, objetivos comuns e valores. Hoje, em uma equipe, você deve estar disposto a construir algo em comum encontrando a sua própria forma de expressão (é uma ação conjunta).

Automotivação
* Quando estamos motivados, conseguimos transformar idéias em ação - este é o segredo - experimente gerar diálogos internos positivos e estimulantes. Se você é Gestor, é imprescindível que perceba as fontes de motivação de seus liderados.

Persuasão
* Saiba defender seus conceitos, evidências e idéias com argumentos relevantes e com o objetivo de sustentar sua visão e posição. Tenha firmeza e energia em suas articulações, pois a persuasão põe você em foco.

Autocontrole
* Imprima velocidade em tudo aquilo que fizer. Entretanto, não seja impulsivo em suas decisões.

Proatividade
* Seja proativo (o indivíduo reativo tem a tendência de deixar que as oportunidades transcorram sem que ele mesmo queira intervir; portanto, não seja passivo - agregue valores e faça a diferença). O indivíduo proativo procura se antecipar às situações e se preparar para a solução dos problemas.

Objetividade ao se expressar
* Não seja prolixo e/ou cansativo ao se expressar. Exponha seus pensamentos de forma didática.

Abertura Intelectual
* Permaneça atento, receptivo e interessado em qualquer nova informação que possa levá-lo a modificar seu procedimento e/ou corrigir seus pressupostos.

Empatia/Assertividade
* Seja empático, porém, assertivo, colocando sempre "limites" saudáveis em seus espaços (a agressividade exacerbada é inimiga da assertividade).

Iniciativa
* Tenha iniciativa e saiba oferecer contribuições em suas atividades, especialmente em favor da produtividade e resultados concretos.

Feedback
* Peça aos outros profissionais e dê feedback a si mesmo, pois ele estimula o autodesenvolvimento. O feedback auxilia na identificação das habilidades, aptidões, talentos e competências. Por isso, após o feedback, seja honesto. Verifique e pergunte a si mesmo: Onde ainda preciso investir? Como posso melhorar o meu desempenho? O que devo manter? O feedback contribui para o aprimoramento de suas funções laborais. O processo de EVOLUÇÃO é um chamado para a ação.

Autoconfiança
* Tenha autoconfiança (o profissional autoconfiante não depende da motivação externa). A cada vitória ou superação, você ganha maior controle e independência para atuar.

Autoconhecimento
* Qual a sua percepção de si mesmo? Será que ela é verdadeira? Você já sabe a verdade a respeito de si mesmo? Seu poder de comunicação interior eleva profundamente suas chances de sucesso e melhora suas relações sociais.

Auto-estima
* Tenha uma auto-estima estruturada com energia para alcançar suas metas. Fortaleça sua auto-imagem, pois os conflitos e dúvidas internas podem neutralizar o seu potencial. A auto-estima sólida favorece a sua capacidade de lidar com problemas e apontar soluções para resolvê-los.

Autocrítica
* Tenha suficiente autocrítica (auto-avaliação) para admitir suas próprias limitações e estar ciente de suas qualidades. Errar faz parte do processo de evolução.

Estas são apenas algumas competências que variam de empresa para empresa; na verdade, o importante é que você ajude a construir um novo mundo de trabalho, pois Colaborador & Empresa devem olhar para a mesma direção. Esteja aberto para criar oportunidades para si mesmo e aprimorar a sua performance sempre que possível. Seja dedicado para mantê-las e persista na sua ampliação. Apaixone-se pelo seu trabalho! Não basta apenas demonstrar conhecimentos técnicos, você deve aprender a expor as idéias com clareza e possuir habilidade em lidar com as pessoas, treinando, também, sua flexibilidade e capacidade na administração de conflitos. Não deixe o seu potencial adormecer. O importante não é somente o saber, mas a ação. Aplique seus conhecimentos e procure formar novos hábitos e posturas.

Realizar-se é uma tarefa individual, onde cada um deve assumir, concentrar esforços no desenvolvimento e aumentar a percepção, ou seja, a visão global. A vida é o resultado de nossas ESCOLHAS e de nossas AÇÕES. Olhe, sempre em primeiro lugar, para os seus objetivos e não para os obstáculos; entretanto, seja realista ao traçar suas metas. Toda vitória é construída com esforço pessoal, persistência, dedicação, muito estudo e trabalho, coragem, planejamento flexível e VISÃO. Lembre-se de que o seu comprometimento cria concentração e, principalmente, disciplina, refletindo positivamente em sua auto-imagem e autoconfiança.

Vá além do tradicional, agregue valor, seja multifuncional e lembre-se de que nenhum esforço com o intuito de aprender e melhorar é um esforço perdido. Projetar-se em uma carreira implica em analisar, escolher, refletir, ser proativo e ter disciplina. O que você deseja atingir? Em qual prazo? Pense em sua relação com o mundo. Você é único e especial, por isso pode fazer DIFERENÇA em seu ambiente profissional. Tenha isto em mente!

Confie na sua capacidade de transformação e induza em si mesmo o conhecimento de que necessita. Eleve sua felicidade pessoal e tenha propósitos produtivos. Procure dissolver barreiras e seja resiliente, pois o futuro das empresas depende, hoje, de pessoas competentes e que assumem seus compromissos com dedicação. Preste atenção: ser competente é ter uma vantagem, pois influencia os cenários corporativos. Construa HOJE situações para o seu futuro e mude o rumo dos acontecimentos. Você é capaz!

Frases:

As necessidades essenciais de uma empresa devem ser compatíveis com as necessidades pessoais do colaborador!

Tornar-se competente e não perfeito é uma experiência íntima onde você enxerga o seu próprio valor e cria suas oportunidades.

Um profissional competente contempla o seu impacto dentro das organizações, pois dissemina valores, e está constantemente mudando posturas e atitudes.



* O presente artigo foi matéria de capa da Revista do Vendedor Profissional (visite o site da revista)

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.