Você é um profissional 30/31?

Há tempos que em vários segmentos criou-se uma cultura de picos de venda e movimentação no famoso fechamento de mês, entendo que é muito difícil sair desse círculo vicioso porém nem por isso você precisa desempenhar seu papel apenas nos dias 30/31 do mês. Quem já não teve ou tem um gestor que nunca pergunta como está seu trabalho, mal lembra que você existe e chega no último dia do mês as 17h liga para você ou vem a sua mesa perguntando se você baterá as metas, se vai dar o faturamento? Ou até mesmo aquele funcionário que teve o mês inteiro para ligar para os clientes, para oferecer seus produtos, para fazer uma visita, faz corpo mole o mês todo e se apavora nos últimos dias do mês?

Eu presenciei diversas vezes essa cena, e toda vez me perguntava: essas pessoas realmente acreditam que terão um resultado satisfatório trabalhando assim? Os vendedores que mais vi baterem suas metas eram sempre aqueles que suas vendas eram distribuídas e realizadas ao longo de todo mês sem grandes concentrações apenas na última semana, os gestores que mais conseguiam resultados bons com sua equipe sempre foram aqueles que estavam acompanhando todo o mês os resultados, se não poderiam o fazer diariamente faziam semanalmente mas não deixavam para o último dia.

Já pensou um dono de loja aparecer apenas no dia 30 e ainda acreditar que sempre terá os melhores resultados? Isso só acontecerá se a sua equipe for completamente autogerida e mesmo assim ela ficará com a sensação que está largada, ás moscas. Por mais que você como gestor e eu foco muito mais nisso porque a equipe realmente é a cara de quem a lidera não tenha tempo, nem demograficamente seja possível estar sempre perto, hoje não há desculpa, temos telefone, e-mail, Skype, Whatsapp, Chats internos, e tantas outras ferramentas que garantem uma aproximação, acompanhamento de resultados, direcionamento, e feedbacks, que não faz sentido você só usar a roupa de líder no dia 31.

Se você é um desses que só vai dar o ar da graça no dia 30, pelo menos que comece pela manhã, e não deixe para ligar para seus subordinados as 17h ainda com cara de que eles são obrigados a ficarem trabalhando até mais tarde, esse tipo de gestão está ultrapassada, desenvolva ferramentas e meios para prever situações, ter ações planejadas, para não ter surpresas no fim do mês.

Muitos quando possuem cargos altos invertem todo o seu tempo: eles durante o trabalho cuidam de coisas pessoais, e depois ficam até mais tarde para cuidarem das atividades profissionais, e fica parecendo que estão sobrecarregados, então acontece o que vemos sempre: deixam suas famílias sem a presença do pai, do marido, da esposa, da mãe, e deixam os funcionários sem a presença do líder, quando tudo não passa de má administração de tempo e gestão.

Que tal começar a planejar o mês seguinte ao invés de cobrar os resultados do mês que passou?

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento