Você é um daqueles que financia o mau comportamento?

Promova as boas práticas, os bons exemplos, seja também exemplo e isso repercutirá diretamente naqueles que dividem a caminhada com você, seja no trabalho, em casa, em qualquer lugar por onde passar

Não estou falando de nada considerado pela sociedade como ilícito, estou falando das práticas e ações cotidianas que você gestor, pai, mãe, professor ou seja lá que papel exerce que admitem o mau comportamento e ainda sem nem perceber o premiam. Estranho ler isso não? Pois bem aposto que você já deve ter visto ou vivido algumas das situações abaixo: trabalha numa empresa que tem alguém que chega atrasado, ou que não entrega o que lhe é pedido no prazo, e quando entrega, e você nunca vê ninguém o corrigindo, chamando atenção, dando um verdadeiro feedback, e o cara fica lá anos e anos e nada acontece, e todo mundo começa a se perguntar que raios aquela pessoa ainda faz na empresa?

Aí além dessa pessoa não fazer nada o serviço dela vai para alguém que já faz muito, porque cria-se aquele consenso: não vou dar atividade para fulano porque sei que não entrega, não vou convidá-lo para um projeto porque sei que ele não é engajado, e o que a empresa, o gestor fazem? Enche aqueles que tem fama de darem resultados de tarefas, mas aí o salário da pessoa não aumenta, ele não recebe o salário ou a comissão daquele que deixou de fazer, logo o que não faz fica tranquilo, se sente o espertalhão, ri de todo mundo, e quem faz fica desmotivado por ver tal impunidade, e a hora que reclama ainda é visto com maus olhos, doido isso não?! Mas é o que diariamente acontece em diversas empresas.

Você tem dois filhos para ambos você da o mesmo valor de mesada, um na metade do mês já torrou tudo, e o outro se planeja e gasta com todo controle e disciplina, chega no dia 20 o que não tem mais dinheiro quer ir passear com os amigos, ou comprar algo qualquer, da uma choradinha básica e você vai lá e da mais dinheiro para ele, e o que acontece com o filho que se organizou? Fica se sentindo bobo, e acha que seu comportamento de nada valeu, e eu poderia citar infinitos exemplos do que os pais sem querer fazem que acabam por incentivar os filhos em serem irresponsáveis e depois de um tempo a conta chega.

Você é professor aplica prova tem os que estudaram, prestaram atenção na aula, se dedicaram, mas sempre tem os que não fazem nada disso e chega no dia da prova cola, aí você vê uma turminha fazendo isso, e finge que não viu, mas todos os alunos percebem que você viu, como você acha que o aluno que estudou vai se sentir diante desse fato? É o mesmo que dizer que nem precisava ter se dedicado.

É óbvio que cada um é responsável pelos seus atos e escolhas, mas num ambiente onde você possui o papel de liderança você permitir certos abusos, maus comportamentos, ter uma postura de impunidade, de varrer a sujeira para debaixo do tapete, vai impactar diretamente no clima organizacional, no ambiente familiar, no comportamento dos que você lidera ou educa, se você quer resultados positivos, um bom ambiente, pessoas motivadas, você tem que incentivá-las a isso, premiar o que é bom. Não admita ter uma equipe que dois carreguem o piano e 10 fiquem olhando, inverta essa conta, e aliás não permita nem sequer que dois não façam nada, no momento em que você é conivente com certas situações uma bola de neve começa a se formar, e ela só cresce.

Pare de financiar o mau, pare de torcer pelo bandido da novela, pare de achar que quem da resultado, quem faz as coisas certas é bobo, ou sugar estes e deixar os que não fazem nada continuarem na sua zona de conforto, transforme parasitas em pessoas pró-ativas, se isso não for possível há mil opções para não permitir tal comportamento. No momento em que você se torna brando com o que não agrega, você abre uma cova para si mesmo.

Promova as boas práticas, os bons exemplos, seja também exemplo e isso repercutirá diretamente naqueles que dividem a caminhada com você, seja no trabalho, em casa, em qualquer lugar por onde passar!

ExibirMinimizar
aci baixe o app