Viabilização de projetos de marketing através do crowdfunding

Tradicionalmente é o dinheiro que impede projetos de serem aceitos pelo departamento financeiro das empresas. A ideia do crowdfunding tem feito dinheiro não ser um empecilho dos projetos

Olá pessoal, estou de volta. No meu post da semana passada, levantei a importância do conhecimento pelo pessoal de marketing sobre finanças, evidenciando que muitos projetos não são aprovados por conta que os “números” não batem. Você como gerente, assistente, ou qualquer outra função dentro do departamento de marketing já considerou o financiamento público? Já imaginou como ele pode ajudar sua empresa a crescer?

Financiamento público, coletivo, colaborativo, crowdfunding ou ainda o meu favorito, vaquinha online, são algumas denominações dessa ideia que surgiu do empresário americano Michael Sullivan, entusiasta de projetos desse tipo, em 2006, mas o uso de crowfunding tem um antigo precedente para arrecadação de fundos para filantropia. Vejamos como o Wikipédia denomina este termo:

“Crowdfunding, traduzido para o português como Financiamento coletivo ou Financiamento colaborativo, é a obtenção de capital para iniciativas de interesse coletivo através da agregação de múltiplas fontes de financiamento, em geral pessoas físicas interessadas na iniciativa. O termo é muitas vezes usado para descrever especificamente ações na Internet com o objetivo de arrecadar dinheiro para artistas, jornalismo cidadão, pequenos negócios e start-ups, campanhas políticas, iniciativas de software livre, filantropia e ajuda a regiões atingidas por desastres, entre outros.”

Dependendo do tipo do projeto, algo que de algum modo beneficie pessoas, a tendência é grande do pessoal “comprar a ideia”. Deste modo abre-se espaço para o marketing conseguir aprovar projetos com menores investimentos, porém, com um grande valor agregado para o público-alvo. Pois são essas pessoas que querem ver o projeto ter sucesso, porque eles gostam da ideia que você está propondo.

Tudo isso está mudando totalmente as regras de como os profissionais de marketing pensam sobre dinheiro. Tradicionalmente, é o dinheiro que impede projetos serem aceitos pelo departamento financeiro das empresas. No entanto, a ideia do crowdfunding tem feito dinheiro não ser um empecilho dos projetos. E foi o que fez a Jack Daniel’s do Brasil para comemorar os 162 anos do criador do whiskey, realizando um festival através de uma plataforma de crowdfunding em parceria com a Playbook, agência de Holding Clube. Não que ela não tivesse dinheiro para realizar o festival, mas ela apostou na ideia e deu certo.

Acredito que a “vaquinha online” é o futuro de muitos projetos que inicialmente não eram aceitos pelo departamento financeiro das empresas e uma saída para muitos marqueteiros sonhadores. Existem alguns sites que já atuam como plataformas de projetos de crowdfunding, por exemplo: Catarse, Petridish, Kickstarter, Queremos, Yagruma, Minimecenas, Lets.

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.