Vender na crise é mais difícil!

Muitos empresários acreditam que vai faltar fôlego para enfrentar o próximo ano se a crise realmente se prolongar. O que fazer para não ser tragada por ela?

As portas para 2016 já estão praticamente abertas, à espera de novas realizações por parte de muitas empresas, que tiveram suas vidas dificultadas neste ano pela turbulência na economia. Será que a crise também passará por elas, prolongando-se por mais tempo? Em caso afirmativo, que fazer para não ser tragado por essa onda de dificuldades?

Muitos empresários acreditam que vai faltar fôlego para enfrentar o próximo ano se a crise realmente se prolongar. Entretanto, pelo cenário atual, 2016 não será um ano fácil, pois a crise econômica está bastante atrelada à crise política, cujo desfecho não será tão simples. Mas ficar lamentando não será a solução. O negócio é arregaçar as mangas e partir para a luta em busca de solução com espírito de campeão. Reclamar e abater-se significa entregar os pontos e, talvez, fechar as portas da empresa.

Uma alternativa é ter uma equipe de vendedores dispostos a suarem a camisa, superando todas as dificuldades, como se estivessem disputando mais um campeonato com pensamento firme na vitória. Entretanto, vale lembrar que essa equipe não é formada do dia para a noite. Ela existe nas empresas que agem com profissionalismo e estão sempre preparadas para os momentos de bonança e de adversidades.

Relacionamos abaixo algumas características dos vendedores campeões, que servem de parâmetro para a sua empresa, de modo a estar preparada para não se abater diante da tão falada crise:

GOSTAR DA PROFISSÃO DE VENDAS: É impossível um vendedor ter sucesso se estiver na profissão temporariamente, enquanto surgem outras oportunidades. Os vendedores deste grupo estão apenas passando uma chuva e esperando por dias melhores. Infelizmente, ainda tem muita gente fazendo parte dele, mas que nunca passará disso, pois termina se acomodando e ficando a vida toda fazendo o que não gosta. O resultado é terrível!

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL: Uma das principais exigências do mercado são vendedores preparados, que realmente sejam capazes de resolver os problemas dos clientes. Profissionais que conhecem muito bem as características e benefícios dos seus produtos e serviços, que dominam as técnicas de vendas/negociação, que conhecem o mercado, concorrentes, clientes, agregam valor aos produtos etc. Ou seja, são os vendedores profissionais na denominação e consultores de negócios dos clientes na prática.

AGREGAR VALOR PESSOAL: O primeiro produto que o cliente compra é a imagem do vendedor. Para isso, é fundamental que transmita confiança e vontade de servir, principalmente através de atitudes. Falar a verdade, ser ético, demonstrar profissionalismo, ser empático, ter equilíbrio emocional, estar sempre de bom humor, gostar de gente, manter boa aparência etc. Tudo isso agrega valor ao produto “EU”.

COMPROMETIMENTO: Como diz o Prof. Luiz Marins “O melhor profissional não é o mais inteligente e brilhante, é o mais comprometido”. Comprometimento não pode ser de boca, tem que ser realmente demonstrado no dia a dia. Não existe coisa pior do que prometer e não cumprir.

SER PLANEJADO: Com a vida do vendedor cada vez mais atribulada, onde vender não é mais apenas tirar pedido, para ser eficiente, é fundamental a organização e planejamento. A regra hoje é fazer mais com menos. Do contrário, é perder tempo e obter resultados medíocres.

SER RESILIENTE: As adversidades fazem parte do cotidiano do profissional de vendas. Os vendedores comuns ficam logo desmotivados por não saberem superá-las. Já os verdadeiros profissionais de vendas sabem enfrentá-las com maestria e sem abatimento, sagrando-se sempre vencedores.

MOTIVAÇÃO E ENTUSIASMO: São os combustíveis que energizam o bom desempenho em vendas. De nada adianta um vendedor com muito conhecimento técnico, mas com um comportamento apático. Motivação e entusiasmo irradiam energia positiva e atraem clientes.

Essas são apenas algumas características que já fazem a diferença. Se sua equipe for possuidora delas, está no caminho certo. Caso deixe a desejar em algumas, é bom tratar de ajudar desenvolvê-las, pois 2015 já acabou, mas a crise ainda incomodará muitos vendedores/empresas no próximo ano.

ExibirMinimizar
aci baixe o app