Café com ADM
#

Vendedor Profissional

Muita gente fala que não é fácil lidar com vendedores e quando se alega essa dificuldade, não se tem um fundamento para tal afirmação. Talvez pela dificuldade em se perceber que o vendedor é um profissional de quem são exigidas competências e habilidades especiais para relacionamento com clientes e conhecimentos específicos de produtos e serviços faz com que essa profissão seja diferenciada das demais profissões.<br /> <br /> O tratamento e o treinamento que se deve dar a esse profissional é mesmo diferente e devem ser desenvolvidos e mantidos com métodos nem sempre coincidentes com os outros demais setores da empresa ou negócio.<br /> <br /> Quando não se respeita essa regra, entra a equação: funcionário frustrado mais o chefe insatisfeito igual mau resultado o que acaba gerando animosidades e afeta todos na empresa.<br /> <br /> Vender é construir uma ponte sobre o abismo que separa você do seu cliente.<br /> Na realidade, o vendedor que está morrendo é o não profissional, aquele que não se atualiza e que ficou parado no tempo. O profissional está sempre em ascensão, o mercado está carente dele. A automação e a internet nunca serão substitutas completas. Veja em alguns segmentos como vendas de produtos técnicos, máquinas e motores, defensivos agrícolas, setor farmacêutico e mesmo atacadista e mercado distribuidor ou ainda roupas e sapatos, dificilmente serão vendidos sem a presença do ser humano profissional, o vendedor. <br /> <br /> O setor atacadista, por exemplo, cresce a cada dia e aumenta o número de vendedores para poder chegar até o cliente que quer mais comodidade na hora de comprar aliado ainda ao fator logística, facilitando o seu trabalho.<br /> O consultor de vendas que não for proativo, buscando constantemente clientes ficará na poeira, porque surgirão outros que irão conquistar espaços.<br /> <br /> A decisão de compra é do cliente, mas a iniciativa de fechamento de negócios é do vendedor, após um trabalho de sondagem e demonstração bem-feita, convincente, com base nos benefícios dos produtos ou serviços apresentados.<br /> De fato, não podemos negar que tanto a tecnologia quanto às facilidades de comunicação de massa mais o controle de resultados que muitas ações de marketing proporcionam, tem alterado profundamente a maneira dos profissionais envolvidos trabalharem, o que fez com que surgissem novos nomes de profissões que parecem ser diferentes, mas no fundo no fundo é vendedor. Não desempregou ninguém, apenas mudou a fachada da profissão.<br /> O que acabou na vida é a expressão que eu ouvia quando pequeno que a pessoa precisava estudar para ser alguém na vida caso contrário acabaria como vendedor. Quanta ignorância foi inserida aí. Hoje, todo mundo que se forma, faz MBA, especialização a até doutorado para trabalhar em que? Em vendas, ser um bom profissional da área e é justamente aí que vai ganhar dinheiro e se auto realizar, ou seja, vendas virou a melhor profissão do mundo!<br /> <br /> Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!

Muita gente fala que não é fácil lidar com vendedores e quando se alega essa dificuldade, não se tem um fundamento para tal afirmação. Talvez pela dificuldade em se perceber que o vendedor é um profissional de quem são exigidas competências e habilidades especiais para relacionamento com clientes e conhecimentos específicos de produtos e serviços faz com que essa profissão seja diferenciada das demais profissões.
O tratamento e o treinamento que se deve dar a esse profissional é mesmo diferente e devem ser desenvolvidos e mantidos com métodos nem sempre coincidentes com os outros demais setores da empresa ou negócio.
Quando não se respeita essa regra, entra a equação: funcionário frustrado mais o chefe insatisfeito igual mau resultado o que acaba gerando animosidades e afeta todos na empresa.
Vender é construir uma ponte sobre o abismo que separa você do seu cliente.
Na realidade, o vendedor que está morrendo é o não profissional, aquele que não se atualiza e que ficou parado no tempo. O profissional está sempre em ascensão, o mercado está carente dele. A automação e a internet nunca serão substitutas completas. Veja em alguns segmentos como vendas de produtos técnicos, máquinas e motores, defensivos agrícolas, setor farmacêutico e mesmo atacadista e mercado distribuidor ou ainda roupas e sapatos, dificilmente serão vendidos sem a presença do ser humano profissional, o vendedor.
O setor atacadista, por exemplo, cresce a cada dia e aumenta o número de vendedores para poder chegar até o cliente que quer mais comodidade na hora de comprar aliado ainda ao fator logística, facilitando o seu trabalho.
O consultor de vendas que não for proativo, buscando constantemente clientes ficará na poeira, porque surgirão outros que irão conquistar espaços.
A decisão de compra é do cliente, mas a iniciativa de fechamento de negócios é do vendedor, após um trabalho de sondagem e demonstração bem-feita, convincente, com base nos benefícios dos produtos ou serviços apresentados.
De fato, não podemos negar que tanto a tecnologia quanto às facilidades de comunicação de massa mais o controle de resultados que muitas ações de marketing proporcionam, tem alterado profundamente a maneira dos profissionais envolvidos trabalharem, o que fez com que surgissem novos nomes de profissões que parecem ser diferentes, mas no fundo no fundo é vendedor. Não desempregou ninguém, apenas mudou a fachada da profissão.
O que acabou na vida é a expressão que eu ouvia quando pequeno que a pessoa precisava estudar para ser alguém na vida caso contrário acabaria como vendedor. Quanta ignorância foi inserida aí. Hoje, todo mundo que se forma, faz MBA, especialização a até doutorado para trabalhar em que? Em vendas, ser um bom profissional da área e é justamente aí que vai ganhar dinheiro e se auto realizar, ou seja, vendas virou a melhor profissão do mundo!
Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!




ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.