Vendas: Profissão Vendedor

A profissão de vendedor é uma das atividades mais antigas do mundo e uma das mais abrangentes. Olhando ao nosso redor, percebemos que tudo foi vendido. Até nós somos frutos de uma venda: nossos pais venderam uma imagem de bom parceiro, casaram e o resultado foi o nosso nascimento. Mas nem tudo é assim tão maravilhoso. O vendedor é conhecido como picareta, sacoleiro... por isso ninguém assume a profissão. Escondem-se atrás de nomes fantasiados como Promotor de Vendas, Assessor de Vendas, Coordenador de Vendas, entre outros. Mas na verdade todos são vendedores. A atitude correta a ser tomada é a de valorizar a profissão de vendedor, buscar a qualificação e a de assumir uma postura profissional. Nomes fantasiados não levam a lugar nenhum. Tanto é verdade que a grande maioria dos vendedores são fracassados. As pessoas pensam que para ser vendedor é preciso falar bastante e ter lábia. Grande equívoco. É preciso ter vontade para aprender, pois venda é uma ciência, com conhecimentos técnicos e específicos, como por exemplo características e benefícios dos produtos/serviços, técnicas de demonstração, técnicas de fechamento, de negociação, planejamento e habilidades interpessoais. Qualquer pessoa pode ser vendedor. Basta aprender o ofício. É uma questão de opção. E a exigência é treinamento contínuo. Na maioria dos casos, as pessoas passam por um treinamento de um ou dois dias, recebem uma pasta de vendas e saem a visitar. Tornaram-se vendedores. Na verdade, essas pessoas não tinham outro emprego, já que não tinham, a opção era serem vendedores. Mais uma razão para o grande percentual de fracassados. Ser vendedor deve ser uma decisão. Quero ser vendedor e para isso aprenderei a lidar com pessoas, serei profundo conhecedor dos passos da venda, automatizarei as técnicas de fechamento de venda, serei um ótimo orador e me aprimorarei constantemente. No Brasil as oportunidades para a aprendizagem na área de Vendas são escassas, mas existem treinamentos fantásticos que devem ser aproveitados. Somente com treinamento contínuo seremos vendedores profissionais. As empresas não querem o passeador de pasta, aquele vendedor que só consegue fazer negócio quando tem o menor preço ou o maior prazo. Também não querem o tirador de pedidos, aquele vendedor que se o desconto é dez por cento, não vem com nenhum pedido com nove. Ou ainda se o prazo for de trinta dias, não vem nenhum com vinte e nove dias. O mercado quer o Profissional de Vendas, aquele vendedor que ao final do dia apresenta a sua cota, não por exigência para se manter na empresa, mas por uma questão de profissionalismo. Se você é vendedor por opção, valorize a sua profissão, assuma uma postura profissional e seja um campeão de vendas.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.