VENCENDO OBSTÁCULOS ATRAVÉS DA MOTIVAÇÃO

Hoje em dia vivendo em meio à globalização, nos deparamos com constantes mudanças políticas, econômicas e sociais, as quais nós devemos constantemente estar atualizados e flexíveis às mudanças. Sabemos que as mudanças vem para melhorar e acrescentar valor aos nossos produtos/serviços, mas sabemos que quando falamos em mudanças, muitos relutam em mudar, pois tem medo e nem sempre estão preparados para tais mudanças. Dentro das organizações não são diferentes, com o avanço da globalização e os meios de comunicações cada vez mais avançados nos possibilitando cada vez mais a busca de novos horizontes, e a busca continua da qualidade total no segmento que cada organização tem para oferecer. Sabemos que o sucesso de uma organização não está só ligado à aquisição de máquinas e equipamentos de última geração, pois para que adiantaria essas máquinas sem pessoal qualificado e treinado para manuseá-las adequadamente. Muitas empresas estão deixando essa idéia de lado que só o equipamento resolve o seu problema, e estão começando a investir em seu maior patrimônio, seus colaboradores. O diferencial de cada organização está no estimulo de profissionais para criarem condições para gerenciar os processos e pessoas transformando em resultados. Nesta busca continua tão almejada por muitas organizações, não podemos esquecer de quem faz a diferença dentro da empresa. Contudo devemos lembrar que não é só a alta administração que faz a diferença, e sim a equipe como um todo, desde o chão de fábrica até a alta administração, lembramos que muitas empresas só fazem a diferença, pois há uma grande estrutura em torno do fator humano, que possibilita a evolução organizacional, através da educação, treinamentos e desenvolvimento de seus colaboradores, mantendo-os sempre motivados e apaixonados pelo trabalho que exercem. Todas as empresas pensam e querem ter profissionais em sua gestão capacitados e acima de tudo motivados para exercer sua função a qual foi designada. As empresas estão investindo mais em ambientes que oferecem maior conforto, lazer e qualidade de vida dentro da empresa. Muitas organizações investem em projetos culturais e sociais, a qual os seus funcionários têm participação e interagem com a comunidade. Sabemos que os funcionários têm seus próprios objetivos individuais como: melhores salários, melhores, benefícios, estabilidade no emprego, segurança no trabalho, qualidade de vida no trabalho, satisfação no trabalho, consideração e respeito, oportunidades de crescimento, liberdade para trabalhar, liderança liberal e orgulho da organização. De igual forma a organização também tem os seus objetivos como: sobrevivência, crescimento sustentável, lucratividade, produtividade, qualidade de produtos/serviços, redução de custos, participação no mercado, novos mercados, novos clientes, competitividade e imagem do mercado. O gestor de recursos humanos tem que estar atento a tudo que acontece ao redor da organização, dos grupos e os indivíduos, para analisar cada situação e assim tomar uma ação que venha ser eficiente, ajudando o conjunto, não somente fortalecendo a organização ou o indivíduo. Se o gestor não estiver atento ao que estar ao seu redor, ele não terá condições de tomar uma decisão que possa evitar esses conflitos no dia-a-dia, assim comprometerá todo o bem estar e o crescimento organizacional, visto que as ações no exercício diário poderiam ser solucionadas. As organizações devem buscar a flexibilidade junto aos seus colaboradores, repensando em sua estrutura, horários e comportamento diante de seus clientes internos e externos, buscando a melhoria contínua do clima interno. No exercício de sua liderança como gestor, ele pode ajudar os processos de transformação organizacional, de modo a elevar a excelência, a produtividade e promover a saúde no trabalho. Identificar tendências, formular estratégias de atuação e avaliar resultados, através de uma maior interação com os coordenadores e lideranças de cada setor ou área. Implantar melhorias e inovações gerenciais, tecnológicas e estruturais dentro e fora do ambiente de trabalho, visando propiciar condições plenas de desenvolvimento humano para e durante a realização do trabalho. O profissional tem que começar a enxergar a organização como um sistema. O indivíduo e o contexto organizacional: variáveis culturais, sociais e psicológicas. A qualidade de vida no trabalho é essencial. A fidelização de clientes está ligada diretamente ao grau de satisfação das pessoas envolvidas no processo produtivo das organizações. As pessoas como parceiras da organização, são capazes de elevar a organização a excelência e ao sucesso. A qualidade de vida no trabalho gera satisfação e a satisfação gera comprometimento. As empresas ganham um meio ambiente saudável com pessoas tecnicamente preparadas, tranqüilas na forma de se relacionarem e comprometidas com os resultados.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.