Café com ADM
#

Tudo sobre Motorola

MOTOROLA 4.1 História Desde a sua fundação em 1928, com a razão social de Galvin Manufacturing Co, a empresa criada pelos irmãos Paul e Joseph Galvin tinha um grande ideal: fazer com que a eletrônica ajudasse a melhorar a qualidade de vida das pessoas. O primeiro sucesso comercial da empresa acontece em 1930, com o lançamento de um rádio para automóvel, prático e de preço acessível. Paul Galvin deu ao aparelho o nome de Motorola, porque queria associar ao rádio as idéias de carro (motorcar) com Victrola, uma conhecida marca de eletrola. Ainda nos anos 30 outros produtos são colocados no mercado, sempre com inovações importantes. É, no entanto, nos anos 40 que a empresa ganha maior impulso com o lançamento de uma série de novos produtos. A marca Motorola se torna tão conhecida que, em 1947, a empresa decidiu mudar, passando a denominar-se Motorola, Inc. Presente em 1.100 localidades de 45 países, a Motorola é hoje líder mundial em soluções integradas de comunicação e de eletrônica, com uma história que comprova sua vocação para inovar e seu comprometimento com a melhoria de vida das pessoas em todo o mundo. Com um faturamento global da ordem de US$ 30 bilhões em 2001, a Motorola é líder mundial em sistemas e serviços eletrônicos avançados. Atuando de maneira globalizada em 45 países, mais de 55% dos negócios da empresa nos últimos anos resultaram de atividades executadas fora dos Estados Unidos. Em 1996, a Motorola tomou a decisão de fazer do Brasil a sua base industrial na América do Sul. Para concretizar este objetivo, a companhia passou a investir maciçamente na implantação de novas unidades fabris e na contratação de mão-de-obra. Os investimentos da Motorola no Brasil tiveram início em 1995 e até agora totalizam cerca de US$ 210 milhões. Grande parte deste montante foi destinado à construção do Campus Industrial e Tecnológico de Jaguariúna (SP), um novo conceito integrado de parque industrial. O Campus da Motorola abriga todas as atuais operações industriais da empresa (celulares, rádios bidirecionais, estações rádio-base para rede celular e equipamentos iDEN). Também estão lá instalados um Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Terminais Celulares em hardware, software, mecânica e desenho industrial, um Centro de Tecnologia de Semicondutores, além de uma base da Motorola University, voltada ao treinamento de funcionários e à consultoria do programa Seis Sigma, recentemente lançada ao mercado, que visa a melhoria dos resultados dos negócios. Desde 1985, quando foi desenvolvida, a metodologia Seis Sigma, é aplicada globalmente pela empresa. 4.2 Motorola no Brasil O complexo industrial da Motorola do Brasil também é considerado grande centro exportador, líder do setor de telecomunicações. Só no ano passado foram contabilizados US$ 690 milhões em exportações para países como Estados Unidos, Israel e México. No Brasil, a empresa está ainda fortemente presente na comercialização de semicondutores, rádios bidirecionais, acesso à Internet e TV por banda larga, cable modens, além de desenvolver muitas outras soluções para os mercados corporativo e de comunicação pessoal. A política de meio-ambiente também faz parte da filosofia da empresa. A concepção arquitetônica do Campus de Jaguariúna está totalmente baseada em soluções de preservação ambiental. Ainda na área de meio ambiente a Motorola também foi a pioneira com o Programa de Reciclagem de Baterias. Em dois anos de existência o projeto já enviou para a empresa francesa SNAM (Societé Nouvelle D'Affinage Des Métaux), responsável pelo trabalho de reciclagem, 26 toneladas de baterias. A Motorola mantém 300 postos de coleta pelo Brasil, com urnas espalhadas em todas as assistências autorizadas, lojas de operadoras e empresas privadas que aderiram a campanha e vêm conscientizando a população brasileira. No campo da educação a Motorola mantém um contínuo investimento, como o Programa de Capacitação Tecnológica (PCT), uma parceria com as principais universidades do País, para complementar a formação dos universitários na área de telecomunicações, com recursos da ordem de R$ 18,7milhões. 4.3 Marcos da História da Motorola Em 1928, é criada a Fundação da Galvin Manufacturing Co. Já na década de 30, é lançado o primeiro rádio Motorola para carro. Em 1936, a empresa fornece o primeiro sistema de "rádio patrulha" (ou Police Cruiser), um rádio AM que era ajustado a uma só freqüência para receber transmissões da polícia. Em 1940, a Motorola lança o primeiro rádio portátil bidirecional destinado ao Exército dos EUA. O faturamento da empresa alcança US$ 9,9 milhões. O número de empregados já chega a 985. Em 1943, em plena Segunda Guerra Mundial, a Motorola lança o primeiro sistema portátil bidirecional de radiocomunicação em FM, o Handie-Talkie. Em 1949, a semente de toda a competência da Motorola em microeletrônica é lançada neste ano, quando Dan Noble cria o centro de pesquisa e desenvolvimento de Phoenix, Arizona, destinado a explorar o potencial do transístor - cuja invenção havia sido anunciada um ano antes. Em 1950, as vendas líquidas da Motorola alcançam a marca de US$ 177,1 milhões. O número de empregados sobe para 9.325. Em 1955, a Motorola cria o pager. Em 1956, nasce o primeiro auto-rádio transistorizado da Motorola. A empresa torna-se neste mesmo ano produtora de semicondutores para outras empresas, com a fundação da divisão SPS (Semiconductor Products Sector). Em 1959, a grande sensação do mercado de eletrônica de consumo é o lançamento do primeiro rádio portátil de bolso totalmene transistorizado da Motorola, o X11. Em 1967, são lançados pela Motorola os primeiros televisores totalmente transistorizados da América, o Quasar. Em 1969, quando Neil Armstrong se torna o primeiro homem a pisar na Lua, suas palavras são retransmitidas à Terra por um transponder projetado e fabricado pela Motorola. Em 1971, o veículo de exploração lunar Lunarusa utiliza um rádio FM Motorola para estabelecer a ligação entre a Lua e a Terra. Neste ano, a companhia inicia suas operações no Brasil, com escritório de vendas de Semicondutores e representantes na área de comunicação. Em 1976, fotografias minuciosas das cores da superfície de Marte, tiradas pela Vicking 2, são retransmitidas para a Terra utilizando equipamentos Motorola. Em 1977, são realizados testes práticos de um sistema experimental de rádio telefone, desenhado pela Motorola, chamado "celular". Em 1980, as vendas líquidas da Motorola atingem o patamar de US$ 3,09 bilhões e um contingente de 71,5 mil empregados. Em 1983, inicia-se a comercialização do primeiro sistema celular da companhia, o DynaTAC. Em 1990, a Motorola atinge a marca de US$ 10,88 bilhões em vendas líquidas. O número de funcionários salta para 105 mi. Em 1992, é criada a Motorola do Brasil. Com a inauguração de novo escritório em São Paulo, a companhia expande suas atividades. Em 1994, são inaugurados o escritório em Brasília e o Service Center. Em 1995, a Motorola lança o primeiro Integrated Dispatch Enhanced Network (iDEN), que integra transmissão sem fios, dados e tecnologia de sistema de mensagens. Neste ano, é tomada a decisão de se instalar uma fábrica no Brasil. Em 1996, a Motorola lança o StarTAC, o menor e mais leve celular do mundo. No mesmo ano, a companhia anuncia uma rede de satélites chamada M-Star, destinada à transmissão global da voz, vídeo e transmissão de dados em alta velocidade. No Brasil, é construída e inaugurada a fábrica de celular em Jaguariúna. Definido também o projeto Campus Industrial de Jaguariúna. Em 1997, a Motorola do Brasil inaugura, em Jaguariúna, a primeira fábrica de Estações Rádio Base para celular no País e, em Campinas, o Centro de Tecnologia de Semicondutores, o primeiro da América Latina. Em 1998, são inauguradas a primeira fábrica de Pagers da América do Sul, e a primeira fábrica de iDEN (Sistema Integrado Digital), fora dos Estados Unidos. A Motorola integra o consórcio Global Telecom responsável pela Banda B de telefonia celular digital, nos Estados do Paraná e Santa Catarina. Em 1999, início das operações do Campus Industrial de Jaguariúna que, hoje, reúne as fábricas de celulares, pagers, estações rádio base para rede celular e equipamentos iDEN, um novo conceito integrado de parque industrial. O Campus está localizado em um terreno de 800 mil metros quadrados e 64.500 mil m2 de área construída. Ainda neste ano, Motorola é eleita empresa do ano pela RNT - Revista Nacional de Telecomunicações. Em 2000, início da fabricação de rádios bidirecionais no Campus industrial de Jaguariúna
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.