Três maneiras simples de se obter tração para o seu negócio

Esse artigo mostra três maneiras simples de se obter tração para qualquer negócio

Tração no mundo dos negócios, é um indicativo de demanda por um determinado produto. Se você possui um aplicativo mobile, seu indicativo principal de demanda é o número de downloads, se o seu negócio for uma pizzaria, é a quantidade de pizzas que você vende, em outras palavras, se o seu principal indicativo está indo bem, isso quer dizer que você está obtendo tração e o seu negócio está crescendo, e no final do dia crescimento é o que importa.

O termo tração é utilizado muito para se referir ao crescimento das startups, no entanto pode ser utilizado para qualquer tipo de negócio, afinal é um indicativo de crescimento, algo que todo negócio busca, não importa se é um negócio digital ou físico, se vende ou presta serviço, todo negócio precisa de tração, simplesmente não irá durar.

Cada negócio busca a tração de uma maneira e não existe certo ou errado, apenas tentativas, que podem funcionar para um e não funcionar para outro. No entanto com o aumento do acesso à internet e com o surgimento de diversas outras tecnologias, surgiram diversas formas de se obter tração. Essas formas são conhecidas como canais.

Através desses canais é possível crescer e escalar qualquer negócio. São alguns exemplos de canais: email marketing, SEO, marketing de conteúdo, sistema de afiliados e plataformas existentes ( redes sociais, app stores .. ).

Neste artigo, serão abordados 3 dos 5 canais citados acima: email marketing, marketing de conteúdo e plataformas existentes, uma vez que são facilmente utilizáveis e podem ser usados em qualquer negócio.

Boa leitura!

1º Canal
Email Marketing


A eficiência desse canal é algo que todos empreendedores concordam. É um canal de comunicação pessoal. Apesar de todas as ferramentas que surgiram com o passar do tempo, o email ainda continua a melhor para se relacionar com leads e clientes. O email marketing pode ser utilizado em todos os três estágios do ciclo de vida do cliente: captação de leads, aquisição de clientes e retenção dos clientes que você já possui. Só esse motivo já é suficiente para torná-lo o canal mais eficiente. Além disso o email é a forma mais segura de você manter comunicação com um cliente no longo prazo.

Pense em um canal ( também muito importante) como as redes sociais. O melhor exemplo que temos hoje é o Facebook, porém um dia já foi o Myspace e para nós brasileiros, o Orkut. Se uma empresa depende só desse canal corre o risco de perder os clientes, pois os mesmos podem sair da plataforma quando a mesma não for mais interessante, a plataforma pode vir a acabar ou até mesmo você pode ser banido por desrespeitar alguma regra, coisa recorrente em páginas de empresas no Facebook. Não estou falando que não há riscos com o email, é claro que há. Porém ainda assim, são menores do que outras plataformas. Abaixo citaremos 4 exemplos do uso de email marketing utilizados para alavancagem de um negócio.

Email Marketing para captura de leads

Um exemplo clássico do uso de email para captação de leads é o Dropbox, que antes mesmo de lançar o seu produto, já possuía uma lista de potenciais clientes imensa, o que permitiu a empresa validar seu modelo de negócio e lançar um produto bilionário. Seu fundador, Drew Houston, apenas criou um landing page que continha um vídeo no qual ele explicava como o produto funcionava ( não era o produto ainda) e embaixo disponibilizou um campo para a pessoa deixar o email caso tivesse interesse. Simples e eficiente não é mesmo?

Outro exemplo do uso do email marketing para captura de leads pode ser observada em sites e blogs que oferecem uma recompensa digital caso você forneça seu email. Essa recompensa digital pode ser desde um ebook até uma série de vídeos ou até mesmo um newsletter. O ponto principal é obter o email e com isso ir criando uma lista de emails para se relacionar no longo prazo. Há um ditado que diz “O dinheiro está na lista” e realmente está! Quanto mais pessoas que se inscreverem na sua lista, maior a possibilidade de conversão de clientes e consequentemente de geração de dinheiro.
Obter o email dessa maneira é perfeitamente legal. O que não é legal é comprar lista de terceiros e enviar emails. Isso é spam. Mesmo que suas intenções sejam boas, o resultado não será, pois as pessoas dificilmente considerarão um email enviado sem autorização.

Email Marketing para gerar engajamento dos clientes

De nada adianta capturar lead se o mesmo não utiliza o seu produto. Para uma empresa como o Dropbox, a interação seria a pessoa fazer o upload de arquivos para a nuvem. Se ela não está fazendo isso, não está utilizando o produto. Isso é muito comum, afinal com a quantidade de produtos disponíveis, é muito comum que nos empolguemos na hora e depois deixemos de lado. Para resolver isso, as empresas mandam emails oferecendo ajuda para começar e mostrar as várias coisas que você pode fazer com o produto. Isso é uma maneira de manter a empresa sempre em evidência e estimular a interação do usuário com o produto. Caso isso não ocorra de nada vale o esforço para capturar leads. É preciso que o usuário use o seu produto, por isso é importante o envio de email para engajá-lo e ajudá-lo, pois muitas vezes o motivo pelo qual o mesmo não começou a utilizar o produto foi por dificuldade. Quanto mais engajamento você conseguir, mais tração irá gerar para o seu negócio.

Email Marketing para gerar indicação

Email marketing é excelente para a tática de indicação. Um dos motivos do crescimento exponencial do Dropbox foi a possibilidade de um usuário indicar através do próprio email o programa para outro e ganhar com isso um espaço extra, 250 mb, caso a pessoa indicada se inscrevesse. A recompensa da indicação varia, é claro, do tipo de negócio. Sites de compras oferecem cupons ou pontos caso a pessoa indicada compre algo e . Independente do negócio, sempre há a possibilidade de criar um programa de indicação e alavancar com isso o seu negócio, e para isso o email marketing é ideal.

Email Marketing para gerar receita

O email marketing também é uma importante forma de gerar receita para um negócio. Os exemplos são vários, mas vamos usar o Dropbox novamente: você se cadastra gratuitamente e tem um espaço razoável para guardar os seus arquivos na nuvem. No entanto, conforme você vai interagindo e se adaptando ao programa, outras demandas vão surgindo, talvez você precise de mais espaço ou uma ferramenta que não está disponível na versão gratuita.

Após um tempo que você já utiliza o programa, é enviado um email listando os benefícios de migrar para uma versão paga e logo em seguida há a opção de migrar para a versão paga. No entanto esse email é enviado para usuários mais antigos, os quais a empresa deduz já estarem maduros para uma eventual versão paga e não enviado para os usuários novos. Essa estratégia é eficiente pois ela permite que o usuário se adapte e familiarize com o produto, tornando mesmo provável que o mesmo opte por outro, para então oferecer uma versão com mais benefícios. É preciso ter prudência no envio desse tipo de email, pois caso o usuário se sinta incomodado com a quantidade de emails oferecendo uma versão paga, pode-ser que ele realmente procure outro produto, afinal não faltam opções e ninguém gosta de ser importunado.

Serviços de Email Marketing

Abaixo seguem alguns ótimos serviços de email marketing (pagos e gratuitos):

  • Amazon SES - Serviço de email marketing da Amazon para aqueles utilizam o Amazon Web Service. Vale a pena dar uma olhada, pois o Amazon Web Service permite utilizar o serviço gratuitamente por um ano;
  • GetResponse - Possui um perído gratuito de 30 dias e é utilizado por empresas como a KissMetrics.
  • MailChimp - Um dos melhores serviços para quem está começando. Possui um número bom de emails gratuito é muito fácil de configurar.

Canal 2
Marketing de conteúdo


O marketing de conteúdo vem crescendo de forma expressiva no Brasil. É só utilizar ferramentas como o Google Trends que é possível nota o aumento do interesse das pessoas no assunto. Cada vez mais empresas estão adotando o marketing de conteúdo como um canal de crescimento e vêm obtendo sucesso. Mas afinal, o que é marketing de conteúdo?

Marketing de conteúdo nada mais é do que o novo marketing que se baseia na educação de clientes e potenciais clientes para que os mesmos possam saber mais sobre o produto que estão comprando. Basicamente, consiste em gerar conteúdo gratuito e de qualidade para a educação do cliente.

A geração de conteúdo traz vários benefícios para a empresa: cria autoridade no mercado, aumenta o tráfego orgânico do site e consequentemente a posição do site nos mecanismos de busca e divulga sua marca.

O marketing de conteúdo envolve também a criação de ebooks e vídeos para serem distribuídos. Em troca dessas recompensas digitais pode-se pedir o email como contrapartida e assim iniciar um relacionamento via email marketing.

Esse novo marketing, conhecido como inbound marketing, preza pela permissão do usuário. Não é como o marketing tradicional, que o tempo todo está interrompendo o usuário com propagandas indesejadas. O usuário é que escolhe se quer receber o conteúdo ou não. A escolha é exclusivamente dele, o que é positivo tanto para ele quanto para a empresa, já que pode direcionar seus esforços para relacionar com usuários que realmente tenham interesse em seus produtos.

Para postar o conteúdo, as empresas hoje possuem uma grande variedade de plataformas. Podem utilizar o próprio blog da empresa e depois compartilhar esse conteúdo nas redes sociais. Vídeos também são uma ótima forma e tendem a viralizar a rápido. Tudo que gere valor para o usuário vale a pena se investir, pois é um investimento que irá se pagar no longo prazo, porque assim que o número de visualizações for crescendo, mais conhecida a empresa irá ficar.

É importante ressaltar que a qualidade deve ser priorizada em detrimento da quantidade. Posts sem qualidade não irão contribuir em nada com a imagem que você quer passar da sua empresa e podem inclusive prejudicá-la. A partir do momento que você começar gerar valor para o seu usuário, ele irá retribuir indicando o conteúdo para outras pessoas e assim sua empresa vai ficar mais conhecida.

O marketing de conteúdo é um importante canal de tração pois entrega valor verdadeiro para o usuário, de modo a educá-lo sobre o nicho que você atua. Em vez de manipular, como o marketing tradicional, ele educa.

Se você possui um negócio e não está investindo em marketing de conteúdo, sinto em lhe informar mas você está atrasado. Se não possuir um blog, gere conhecimento nas redes sociais. O importante é começar o quanto antes e criar autoridade no nicho que você atua.

Canal 3
Plataformas existentes


O terceiro canal de tração são as diversas plataformas que utilizamos no nosso dia-a-dia. Alguns exemplos de plataformas são as redes sociais, aplicativos e fóruns. Utilizamos-as todos os dias e muitas vezes não nos damos conta do poder que as mesmas possuem em um negócio, seja online ou offline. Irei abordar duas plataformas que utilizadas praticamente todos os dias por todos nós: app stores e redes sociais.

APP STORES

Nos últimos anos o mercado de app cresceu de forma exponencial. Aplicativos gratuitos e pagos foram lançados e desde então a migração para o mobile tem sido cada vez maior com o crescimento dos número de dispositivos conectados à internet.

Apple Store e Android Play Store são exemplos de app stores. Através dessas plataformas é possível divulgar um app e disponibilzá-los para download. Basicamente, todo aplicativo segue os passos abaixo para ganhar tração ( nesse caso, aumentar o número de downloads):

1. Anúncios são utilizados para divulgar o aplicativo na app store que ele se encontra e aumentar a sua exposição.
2. Uma vez divulgado, o aplicativo começa a ficar conhecido.
3. Começa o download orgânico.
4. Quanto maior o número de download, melhor ranqueado o aplicativo fica nas app stores.
5. Melhor ranqueado, consequentemente mais pessoas irão vê-lo e baixá-lo.
6. Pessoas começam a indicá-lo para os amigos.
7. A visibilidade do aplicativo aumenta ainda mais.
8. O processo se repete a partir do passo 5.

A mudança para o mobile é inevitável e, como já citado anteriormente, só irá aumentar nos próximos anos. Dependendo do seu negócio talvez não seja necessário criar agora um app, no entanto com o passar dos anos isso será inevitável, pois possuir um app será como possui um site ou um blog hoje. Se o seu negócio é online e você não possui um app, está na hora de desenvolvê-lo pois você está utilizando um ótimo canal de tração.

Redes Sociais

a) Facebook

O Facebook é maior rede social do mundo e com um tráfego médio de 1 bilhão de pessoas. Representa uma importante plataforma para QUALQUER negócio, no entanto é importante lembrar que as pessoas utilizam as redes sociais com o propósito de se distraírem e não de comprar algo, logo a abordagem em uma rede social deve ser diferente: o ideal é gerar conteúdo para então tentar vender algo. Gerando conteúdo, você educa o seu lead e o aproxima cada vez mais do seu produto. Abaixo seguem duas ferramentas essenciais para você utilizar o Facebook no seu negócio:

Facebook Audience Insights

É uma excelente ferramenta para obter dados. É similar ao Google Keyword Planner, podendo fornecer dados sobre determinado assunto e qual o perfil das pessoas que por eles buscam. Excelente maneira de entender melhor os clientes ou até mesmo prospectar novos. É importante ressaltar que os dados obtidos são referentes somente ao Facebook, portanto é necessário fazer uma comparação com informações obtidas em outras ferramentas para avaliá-las de forma melhor.

Facebook Ads

É a plataforma de anúncio do Facebook, similar ao Google Adwords. Tem a vantagem de ser muito mais barata e mais fácil de se utilizar que o Google Adwords. É possível criar anúncios altamente personalizados, de acordo com gênero, idade e localização entre vários outras especificações. Definitivamente, vale a pena investir para divulgar seu negócio.

b) LinkedIn

Lançada em 2003 e com mais de 200 milhões de usuários, o Linkedin é a rede social voltada para profissionais. Empresas multinacionais, empreendedores e profissionais de todos os níves e formações utilizam a rede para expor seus pensamentos, procurar empregos e fechar negócios, tornando a plataforma cada vez mais um hub profissional. Novamente utilizar o marketing de conteúdo é a estratégia mais adequada, pois além de gerar valor você gera autoridade no nicho em que atuar.

Quais são os outros canais para gerar tração?

Podemos citar também: sistema de afiliados, SEM, SEO, viral marketing, display ads, engenharia como marketing entre outros.

O que achou do artigo? Gostaria que eu escrevesse sobre estes outros canais?

Se você gostaria que eu escrevesse sobre estes outros canais ou avaliar o artigo deixe seu comentário abaixo. Seu feedback é muito importante!:)

Obrigado!

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento