Treinamento vivencial x falta de treinamento

No último mês estive em duas empresas onde fui atendido por funcionários novos, que mal sabem os produtos existentes dentro da loja, e também não sabem como proceder mediante determinadas situações

Muitos dizem que nada melhor do que aprender na prática, observando e fazendo. Realmente a vivência é muito rica, mas isto não significa, ao contrário do que muitas empresas fazer, colocar um funcionário novo e despreparado para assumir uma função ou um posto de vendas.

No último mês estive em duas empresas onde fui atendido por funcionários novos, que mal sabem os produtos existentes dentro da loja, e também não sabem como proceder mediante determinadas situações.

Na primeira situação eu queria enviar uma imagem para que fosse confeccionada uma caneca personalizada. A pessoa que me atendeu não sabia qual a resolução mínima da imagem, se é que sabia o que é resolução. Também não sabia para qual e-mail eu deveria enviar, não sabia o prazo para entrega, e passou um valor diferente do qual estava exposto na vitrine. Não senti confiança na empresa e como resultado comprei o produto em outro local mesmo sendo mais caro.

A segunda ocasião, foi em uma panificadora, que também dispõem de buffet de sorvetes. A atendente não sabia que era necessário configurar a tara da balança, ou seja, descontar o peso do recipiente de vidro. Após questionar e explicar a situação, peguei um recipiente vazio, o qual foi pesado, e a atendente anotou seu peso. Posteriormente ela anotou o peso do meu recipiente com o sorvete, pensando em calcular manualmente o real peso do sorvete. De maneira um pouco irritada, uma pessoa que aparentava ser proprietário do local, foi até a balança e, sem muita paciência fez o procedimento mais adequado, para que o peso do recipiente fosse descontado automaticamente, no entanto, não explicou a atendente como deveria ser feito.

Não me parece algo tão difícil perceber a necessidade de descontar o peso do recipiente, contudo, certamente a pessoa não recebeu treinamento. E aprender errando, e ainda pior, errando na frente do cliente, não é um treinamento vivencial. É falta de treinamento.

Treinamento vivencial é, após receber instruções teóricas, acompanhar uma pessoa desenvolvendo as atividades. Esta economia de treinamento pode custar muito caro em questões financeiras, mas também em relação a deixar o cliente insatisfeito.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento