Café com ADM
#

Treinamento, Lançamento de Produtos e de Campanhas de Marketing: como fazer mais com menos

A velocidade de implantação de novas tecnologias, mundialmente, nunca foi tão elevada. O lado bom dessa história é que os custos caem, viabilizando novas aplicações, antes impensáveis ou "impagáveis". O lado ruim: se não ficamos antenados com as novidades, acabamos fazendo as coisas como fazíamos no passado (gastando mais do que é necessário) ou até deixando de realizar ações de treinamento e marketing (achando que é inviável economicamente). Há uns 3 anos atrás, quando dirigia uma rede de franquias em todo Brasil, com mais de 350 pontos de venda, estudamos várias alternativas para fazer treinamento à distância: queríamos lançar novos produtos sem ter de reunir todos os franqueados numa única cidade ou mesmo sem ter de fazer várias reuniões regionais. Queríamos estabelecer um canal de comunicação quente, vivo e freqüente, levando a todos franqueados - "ao vivo e a cores" - informações preciosas para tocar os negócios com mais precisão, uniformizando e disseminando o conhecimento sobre as novidades do franqueador. Todas alternativas eram caras e até inviáveis, tanto do ponto de vista de produção de conteúdos quanto do ponto de vista de recepção desses conteúdos. Geraríamos custos, nas unidades, que nossos franqueados não poderiam suportar. Conclusão: era menos pior manter as reuniões centrais e regionais, mesmo que com uma freqüência menor, para reduzir custos. Sim, reduzir custos... pois todas atividades empresariais, especialmente as que têm concorrência, sofreram sensíveis quedas de rentabilidade na última década. A decisão de cortar custos de treinamento e lançamento de produtos é muito "dolorida" para os executivos, pois vai na contramão das necessidades atuais, que exigem mudanças constantes nos produtos, nas políticas comerciais, nas estratégias de vendas, nas reações frente às ações dos concorrentes. Nunca as necessidades de treinamento foram tão grandes e, numa rede de canais de venda, é preciso treinar não só os responsáveis pela gestão do negócio, mas também os colaboradores, os vendedores - que rapidamente ficam defasados (além do que, esse é o pessoal de maior turnover nos negócios). Outra contradição: as pessoas que vendem de fato, que atendem o consumidor, acabam não tendo acesso aos treinamentos, em função dos custos crescentes ou da necessidade de corte nos custos. Recentemente iniciei um trabalho de desenvolvimento de Alianças Estratégicas para o Grupo Cherto - e conheci uma nova solução, chamada CANAL DE NEGÓCIOS - PrimaSat, pertencente ao Curso Prima, cliente do Grupo Cherto. O Canal de Negócios é uma solução nova e economicamente viável - mas ainda pouco conhecida, como toda nova tecnologia. E que viabiliza treinamentos, lançamentos de produtos e campanhas de marketing em todo Brasil, ao vivo e a cores. Resumidamente, qualquer evento de transmissão é feito numa das várias salas do Curso Prima, em São Paulo. O sinal televisionado sobe para um satélite, o Amazonas, que cobre todo Brasil e alguns outros países. O sinal, codificado, é captado em mais de 120 unidades do Curso Prima, espalhados em todo Brasil, nas principais cidades. Em cada unidade, há salas com projetor e telão, que projetam a transmissão ao vivo. É possível, em cada sala, enviar e-mails e até fax para a central de transmissão, em São Paulo. As perguntas oriundas de todo Brasil são agrupadas e respondidas pelo palestrante, gerando interatividade nos eventos. De fato, a única diferença acaba sendo que, em cada local, o palestrante não está ali "em carne e osso", mas pode interagir como se todo mundo estivesse ali, num mesmo local, na própria sala de transmissão. Algumas empresas que atuam em rede, com grande dispersão geográfica, como Blockbuster, Casa do Pão de Queijo, Brastemp já estão descobrindo a nova tecnologia e começando a usar em seus processos de treinamento de colaboradores e lançamento de novos produtos. Uma sessão de treinamento/lançamento de duas horas tem um custo muitíssimo inferior ao de qualquer comercial de TV e mesmo de uma única página de anúncio em revistas de maior circulação. E é possível atingir diretamente o público-alvo, quer sejam colaboradores, quer sejam clientes-chave em todo Brasil. Imagine o poder de alavancagem de vendas, praticamente instantâneo, que essa tecnologia permite! Com o PrimaSat é possível aumentar a freqüência dos eventos, eliminando despesas de viagem e estadia dos treinamentos presenciais normais (além de reduzir o tempo de deslocamento). Levando informação quente e ao vivo para os públicos-alvo. De forma interativa. Tem muita empresa que - por falta de opção - ainda continua mandando e-mails e anexos para lançar os produtos, contar das novidades, mudanças... mas, convenhamos, este é um meio frio - e as pessoas cada vez mais lêem menos o que é importante, pois se atrapalham com a explosão de informações e spams que chegam às suas caixinhas de entrada. Ficou interessado? Fale comigo: terei prazer em levá-lo para visitar e conhecer ao vivo o sistema PrimaSat, Canal de Negócios, do Grupo Prima. E fazer com que sua empresa faça mais, muito mais, com menos dinheiro. Alcides Soares Filho alcides@cherto.com.br http://www.cherto.com.br Fone: (11) 3549-9910 / Celular: (11) 9617-9990 "Especialistas em Canais de Vendas: Estratégia, Implementação e Gestão"
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.