TI + 5 coisas: antes de tudo, conheça a si mesmo

Nenhum curso de TI é mais difícil que outra área, mas parece que tomar a decisão de seguir por essa área de atuação deixa jovens angustiados. Para refletir sobre como desenhar o melhor caminho na carreira conheça a si mesmo

Por muito tempo tive dificuldade em avaliar bem as diferenças entre quem está no mercado de trabalho com quem está se preparando para entrar nele. Atualmente sou estudante universitário no curso de sistemas de informação e trabalho em uma empresa de TI como gerente de contas. Posso então, diariamente, ver a dificuldade dos profissionais em plena ação e dos graduandos que angariam estar nas mesmas dificuldades. Na minha atual condição de profissional-estudante ou estudante-profissional, faço um paralelo com os dois estados, temperados com cinco “coisas”, cinco pontos de vista: esportivo, cinematográfico, literário, musical e religioso. Ao contrário do que algumas pessoas possam pensar, sim há maneiras de essas abordagens se confrontarem e promoverem entendimento.

Como meu primeiro tema escolhi, obviamente, o entendimento de si mesmo. É uma busca incessante e quase eterna. E cada um a faz mesmo que inconscientemente. Me interessei depois de ler uma matéria que diz a importância da qualificação profissional em TI. E em qual área a qualificação não é importante? Mas na área de TI é mesmo uma cobrança curricular. Segundo a matéria do jornal Extra “com alto número de profissionais de TI em atividade, a qualificação se torna o diferencial na hora de ingressar no mercado” [1]. Bem, isso é uma constante na formação do profissional de TI, tendo em vista que a formação nessa área forma profissionais para atuar em qualquer setor ou empresas, não apenas no seguimento de tecnologia.

Mas como eu estou escrevendo especialmente para estudantes, eu diria algo que foi apresentado ao personagem Neo, nos filmes Matrix e Matrix Reloaded: “Conhece-te a ti mesmo” (Temet Nosce em latim) [2] [3]. Conheça sobre o que você “quer ser quando crescer”. Mas antes de tudo, conheça a si mesmo. Saiba mais sobre suas habilidades, suas vontades e suas fortalezas. Neo, personagem principal da trilogia Matrix, precisou do primeiro filme inteiro para se conhecer e no segundo filme fez uma “revisão” para colocar a prova sua capacitação.

Até na música do grupo Skank, Garota Nacional, nos vemos em uma das situações mais fortuitas pessoalmente falando, mas com a necessidade de nos conhecer: “Conhece-te a ti mesmo / E eu me conheço bem” [4]. Imaginem uma mulher em um vestido preto, indefectível, com um homem que não se conhece bem. E as meninas também têm que se conhecer bem para se sentirem seguras diante de homem (de preto?!). Conhecimento de si, promove segurança para si.

Enquanto profissionais e estudantes, constantemente somos forçados a nos qualificar (até mesmo a nos requalificar), seja profissionalmente, ou com objetivo acadêmico, ou também como pessoas. No livro O Monge e o Executivo, John se viu em um momento da vida bastante complexo, onde sua esposa e o pastor de sua igreja lhe orientaram a fazer um retiro espiritual para organizar sua vida. Nesse retiro John revê fundamentos profissionais de uma forma mais humana e pessoal [5]. Ao longo da carreira deveria ser normal revisar nossas decisões e escolhas. Escolher um curso de graduação, ou a atuação no mercado não deveria ser algo atormentador. Mas infelizmente é, e isso forma profissionais angustiados.

Diariamente vemos homens e mulheres falando de seu sucesso profissional, e sobre sua relação com o futuro. Em TI, especialmente para as pessoas que atuam puramente em tecnologia, é corriqueiro pensar no futuro. Talvez seja a maior lástima de nossa área (nossa porque sou profissional e estudante dela). Pensar em soluções de problemas que podem acontecer. Pensar em avanços que podem ser a melhor escolha. Pensar em tecnologias que serão mais baratas. Puxa vida, e o presente? É claro que maturidade depende de paciência e vivência. Mas quer ver um cara que fala bem sobre isso? Rubens Barrichello. Em uma entrevista ao TerraTV, Rubens Barrichello diz com bom humor como supera as críticas sobre sua carreira [6]. Sua segurança e postura pessoal, especialmente em relação aos filhos, o tornam esportista e profissional a ser admirado. Mostra que ele se conhece. E apesar de toda uma história na Fórmula 1 (19 anos), mesmo que não tão vitorioso quanto algumas pessoas pensam que ele deveria ser, ainda conquistou um título de campeão da Stock Car, em 2014, com 42 anos [7]. O conhecimento de si mesmo permite automotivação.

A Bíblia tem um trecho com as seguintes palavras: “Quando alguém julga ter alcançado o saber, é porque ainda não sabe onde está o verdadeiro conhecimento” [8]. No início de uma reflexão sobre o que fazer no futuro profissional ou até mesmo para uma mudança de rumo, discernimento sobre os caminhos que se quer seguir é fundamental. Decidir por uma área que está “bombando” não é a melhor escolha. Conversar com pessoas da área pretendida, ouvir o que ela tem a dizer, é uma prática excelente. Filtre os sucessos e os fracassos, nem sempre quem teve êxito fez da melhor forma, e nem sempre quem se frustrou esteve errado.

Bom, TI é legal! Não é o início, nem o fim, é o meio. TI serve a TODOS e está ao alcance de TODOS. O profissional de tecnologia tem muitas oportunidades, e oportunidades aparecem quando as situações são aproveitadas. Tenho muito a aprender e gosto de pensar que tecnologia tem a ver com as coisas e as pessoas, por isso escrevo TI + 5 Coisas. Espero que tenha gostado.

Boa semana e sucesso!

Temas

Fato de TI: Qualificação profissional é diferencial em TI
Esporte: Fama de "lento" não aborrece Barrichello / Hoje sim! Rubinho é 3º, assegura título da Stock e quebra jejum de 23 anos
Filme: Matrix (1999), "The Matrix" (título original) e Matrix Reloaded (2003), "The Matrix Reloaded" (título original)
Livro: O Monge e o Executivo, por James C. Hunter
Música: Garota Nacional, Skank, composta por Chico Amaral e Samuel Rosa
Religião: Cristianismo, Bíblia Sagrada (1 Coríntios 8, 2)

Referências

[1] EXTRA. Trabalho em TI: qualificação profissional é diferencial no setor. Publicado em 05 novembro de 2015. Disponível em: <http://extra.globo.com/noticias/educacao/profissoes-do-futuro/trabalho-em-ti-qualificacao-profissional-diferencial-no-setor-16566584.html>. Acesso em: 05 novembro de 2015.
[2] WACHOWSKI, Andy; WACHOWSKI, Lana. Título: The Matrix. [Filme]. Produção e direção de WACHOWSKI, Andy; WACHOWSKI, Lana. Estados Unidos / Austrália; Warner Bros, Village Roadshow Pictures, Groucho II Film Partnership, Silver Pictures; 1999. DVD, 136 min. color. filme.
[3] WACHOWSKI, Andy; WACHOWSKI, Lana. Título: The Matrix. [Filme]. Produção e direção de WACHOWSKI, Andy; WACHOWSKI, Lana. Estados Unidos / Austrália; Warner Bros, Village Roadshow Pictures, Silver Pictures, NPV Entertainment, Heineken Branded Entertainment; 2003. DVD, 138 min. color. filme.
[4] AMARAL, Chico; ROSA, Samuel. Garota nacional [Música]. In: SKANK. Samba Poconé. Chaos, Sony Music, 1996. DVD. faixa 4.
[5] HUNTER, James C. O Monge e o Executivo: uma história sobre a essência da liderança. Editora Sextante, Rio de Janeiro. 2004.
[6] Terra, Fama de "lento" não aborrece Barrichello em comercial. Disponível em: <http://esportes.terra.com.br/automobilismo/videos/fama-de-lento-nao-aborrece-barrichello-em-comercial,7700854.html>. Acesso em 05 de novembro de 2015.
[7] Globoesporte.com, Hoje sim! Rubinho é 3º, assegura título da Stock e quebra jejum de 23 anos. Disponível em: <http://globoesporte.globo.com/motor/stock-car/noticia/2014/11/rubinho-chega-em-3-assegura-titulo-da-stock-e-quebra-jejum-de-23-anos.html>. Acesso em 05 de novembro de 2015.
[8] BÍBLIA. 1 CORÍNTIOS. Português. Bíblia Sagrada: Edição Pastoral. Tradução de Ivo Storniolo e Euclides Martins Balancin. Editora Paulus, 1990. p. 1401.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento