Desde que, há três meses, escrevi um texto falando sobre a importância de se desfazer de parte do nosso passado quando buscamos uma transição de carreira, venho falando sobre este tema para as mais diversas audiências.

E todos me perguntam sempre a mesma coisa: “Ok, eu já identifiquei o que eu não preciso mais. Mas e agora? Como eu descubro o meu próximo passo? ”

E esta pergunta me parece muito pertinente.

Mas vamos começar do começo...

A maioria das transições de carreira começa da seguinte forma:

Você está descontente com a sua carreira atual, sabe que quer algo novo, mas ainda não sabe muito bem o que (nem como vai chegar lá).

Quem sabe você já tenha até uma ideia bem conservadora do que acha que é o caminho certo, mas sem muita certeza nem brilho nos olhos.

É possível que a sua ideia seja inspirada em algo que você viu por aí, ou em algum relato de alguém que teve muito sucesso (se for o caso, é provável que você acredite que a vida desta pessoa é uma maravilha e quer o mesmo para você).

Pode até ser que você tem um sonho desde quando era mais jovem, mas ainda não sabe que isto não mais te fará feliz (afinal, você não tem mais vinte e poucos anos).

Talvez você se identifique com um pouco de tudo isso. A única certeza que eu tenho é que você já deu mil e uma razões (algumas até reais) que justificam o fato de você ainda não ter mudado de carreira.

Seja sincero consigo mesmo e reflita em quantas vezes você já falou “não é o momento”, “é muito arriscado”, “se eu tivesse ganhado na Mega Sena...”, “Ainda não estou preparado”, “não encontrei o sócio certo”, “preciso de um investidor”, “tenho muitas contas para pagar”....

Bom... posso te adiantar que você não está sozinho. Eu mesmo falo isso para mim mesmo pelo menos uma vez por semana.

Mas por que há tanta gente nesta situação? Por que você planeja suas próprias mudanças, mas nunca as executa?

Existem vários motivos para isto acontecer. Um deles é esse (e talvez você não goste): Você está planejando demais e testando de menos.

É claro que não estou falando em sair por aí à procura de algo novo para nossas carreiras, sem traçar nenhum plano de ação, atirando para todos os lados.

A verdade é que, quando temos apenas um pouco de noção do que queremos de novo nas nossas vidas profissionais, a nossa capacidade de planejamento inicial é bastante limitada. Isto acontece pois, à medida que vamos vivendo mais as nossas ideias, vamos mudando de opinião em relação a elas.

Planeje, mas apenas o suficiente. E depois teste!

Imagine que a sua nova carreira é como um produto que você está lançando no mercado. Como todo produto novo, você vai querer testar algumas versões dele antes de fabricar a versão final. É como se você fizesse vários protótipos de carreira...

E o motivo pelo qual testamos novos produtos antes de lança-los é simples: O teste aumenta as chances de qualquer produto dar certo. Inclusive do produto chamado “sua carreira”.

Por estes e outros motivos, convido você a abandonar velha ideia de ser obrigado(a) a encontrar uma só resposta para as velhas perguntas “onde quero chegar” ou “Quem eu quero ser”.

Ao invés disso, começar a fazer perguntas mais eficientes como:

“De todas as minhas possibilidades de futuro, qual é mais fácil de ser testada agora? ”
“Qual mais me atrai neste momento? ”
“Como posso testar este caminho sem arriscar tudo? ”

Se isto ainda te dá medo, aproveito para te lembrar de mais uma verdade: Você não vai conseguir planejar e controlar tudo o que você quer.

Saber o que te espera na avenida da sua reinvenção profissional vai apenas aumentar as suas chances de começar no bom caminho, mas não acabará com a incerteza do seu destino final.

Então TESTE! E depois teste mais um pouco.... Quanto mais você testar, mais cedo você vai errar e mais cedo você vai.......ACERTAR!

Se liberte das amarras do mundo binário, onde só existe dois caminhos: Continuar infeliz ou arriscar tudo. Para a esmagadora maioria de nós, o sucesso está justamente neste “meio do caminho”.

Quem tiver mais coragem de testar todas as suas possibilidades de futuro, não ficará preso no próprio passado.

#carreira #coaching #leveragecoaching #teste