Tenho um chefe espinhoso. E agora?
Tenho um chefe espinhoso. E agora?

Tenho um chefe espinhoso. E agora?

Se você tem um bom chefe, considere-se com sorte, mas se tem um chefe ruim, mantenha a cabeça erguida, pois, a despeito dele, há muitas coisas que você pode fazer para desempenhar um bom trabalho e melhorar a sua carreira individual

Todos temos más lembranças - às vezes presentes - quando o assunto é mau chefe. Infelizmente, não são raros os que se preocupam mais com status e salário e menos sobre como tratam seus subordinados. O dia a dia de quem vive sob as ordens de alguém que prioriza metas e procedimentos, em vez de apoiar e desenvolver funcionários, pode ser terrivelmente desagradável.

Quando pesquisamos em dicionários, ou mesmo no bom e velho Google, as definições de chefe e líder são surpreendentes. Os resultados mais típicos são: aquele que comanda e toma decisões ou alguém que gerencia os trabalhadores. Mas se quisermos saber o que faz de um chefe um bom líder, o que pode vir à mente, uma vez que a pesquisa resultou em muitas características de conotações negativas, tais como individualidade, insensibilidade, frieza? Liderança vai muito além de um título dentro da organização ou um cargo de gestão de um grupo de empregados. Liderança é sobre motivação, apoio, é sobre inspirar pessoas.

Nem sempre temos a sorte de estarmos subordinados a verdadeiros líderes, mas todos, em algum momento de nossas vidas, teremos de encarar um chefe que não é lá grande coisa, para não dizer uma pedra no sapato. Então, o que fazer diante desta situação?

Mantenha o foco no trabalho

Pode parecer complicado ter de se concentrar no desempenho do seu trabalho quando há uma negatividade vindo de cima. Todavia, direcionar a atenção para o trabalho em si pode ser a melhor forma de abstrair essa negatividade. Além disso, quando o indivíduo se aplica ao trabalho, tende a exercê-lo de forma mais eficiente e a melhorar seu desempenho, o que logo será notado por seu superior. Ainda que este não seja seu principal objetivo e que seu chefe não seja sua figura favorita, é sempre bom ser notado de forma positiva e ganhar alguns pontinhos não parece nada mau.

Exerça empatia

Uma das melhores maneiras de entender o outro é tentar colocar-se em seu lugar. Tente avaliar o cenário pela ótica do seu chefe, talvez você encontre fatores implícitos que expliquem, ou mesmo justifiquem, seu comportamento e ações. Situações de elevado estresse e tensão afetam sobremaneira pessoas não tão inteligentes emocionalmente. Pode ser o caso do seu supervisor.

Conheça seu chefe

Em "A arte da guerra", Sun Tzu nos ensina que se conhecemos o inimigo e a nós mesmos, não precisamos temer os resultados das batalhas. Não que seu chefe deva ser visto como inimigo, mas como alguém a ser observado, uma vez que cada indivíduo é único, com características, gostos próprios e uma maneira preferida de fazer as coisas. Reconheça essas peculiaridades e saiba tirar proveito.

Quando, por exemplo, você está realizando uma determinada tarefa e o chefe faz um comentário positivo sobre algo em especial que você fez, tome nota disso e faça algo semelhante da próxima vez. Atente-se aos detalhes e às pequenas coisas que seu chefe aprova, bem como aquelas que desaprova. Essas pequenas coisas somadas podem ajudá-lo a conhecer e dominar seu "inimigo".

Seja proativo

Busque antever problemas e saná-los antecipadamente. Se tiver dificuldades em desenvolver estas previsões, tente manter um canal de diálogo e coloque-se à disposição para ajudar a equipe. Tomar a iniciativa de demonstrar que você está disponível e que se importa com o sucesso da organização pode suavizar o relacionamento com seu superior. Pergunte o que você pode fazer para auxiliar, de que forma pode ser útil, tomando sempre cuidado para não ser confundido com um bajulador. Bajuladores são personas non gratas tanto por superiores como por pares.

Encontre um mentor

Encontrar alguém que o inspire e direcione pode ser fundamental para fazer avançar a sua carreira. Se o seu chefe não é o mentor ideal, busque alguém que seja, alguém experiente que amplie seus horizontes, que o aconselhe e possa ajudar com os desafios que você está enfrentando, inclusive com o seu chefe. Encontrar esta pessoa pode levar tempo, mas escolher o caminho certo faz toda a diferença na sua carreira.

Lembre-se, por mais que o seu chefe seja uma pessoa difícil, jamais abra mão de ser ético, profissional e educado. Evite difamá-lo. Se tiver de falar sobre ele, que seja com a intenção de buscar formas de melhorar o relacionamento. Assim como você gosta de ser respeitado, o seu chefe também gosta, então até mesmo um simples "bom dia" pode fazer uma grande diferença.

Se você tem um bom chefe, considere-se com sorte, mas se tem um chefe ruim, mantenha a cabeça erguida, pois, a despeito dele, há muitas coisas que você pode fazer para desempenhar um bom trabalho e melhorar a sua carreira individual. No caso de você ser o chefe, esforce-se para motivar cada indivíduo e revelar o melhor que pode ser, conquiste o respeito não pela autoridade, mas pelo exemplo, inspire.

ExibirMinimizar
aci baixe o app