Tendências de mercado em 2019

Segundo um estudo de tendências para direcionar possíveis oportunidades no mercado para esse ano, realizada pelo SEBRAE-PR, foram levantadas 37 tendências, das quais quero abordar 5 nesse artigo das mais relevantes, mas vale a pena ler o artigo completo (disponível em: https://www.sebraepr.com.br/arquivos-gratuitos/caderno-de-tendencias/).

A internet e a consequente globalização transformaram definitivamente os antigos formatos da sociedade e da economia. A rede de informações que a internet produz leva conhecimento aos consumidores e faz com que eles se tornem mais conscientes sobre questões globais e atentos à responsabilidade social das organizações em que consomem. A relação das pessoas com o dinheiro está cada vez mais invisível. A moeda bitcoin aliada à tecnologia de blockchain e bancos totalmente digitais ganham força. A economia tradicional abre espaço para o compartilhamento e a proposta de cidades inteligentes inicia uma nova discussão de desenvolvimento do ecossistema urbano, integrando as tecnologias emergentes para impulsionar de forma eficiente os processos sociais, econômicos e ambientais das cidades. Aliás, as cidades já abrigam mais de 50% da população mundial, com previsão de crescimento exponencial para os próximos anos. É necessário preparar nossos negócios para este cenário!

1 - SOCIEDADE E ECONOMIA INTELIGENTES

1.1 NEGÓCIOS RESPONSÁVEIS
Com as mudanças climáticas e os problemas ambientais em evidência, surge uma maior cobrança do consumidor quanto à responsabilidade social das empresas em que ele consome. Neste cenário nota-se uma busca crescente por um consumismo mais responsável, sustentável e significativo. Portanto, para o consumidor de hoje, as escolhas de consumo definem sua identidade e posicionamento, comunicando a si mesmo e ao mundo se é ético, saudável, conectado e inteligente. As expectativas de um consumismo sustentável, saudável e mais relevante estão surgindo a partir de uma onda de novos negócios e startups. Dentro do cenário de responsabilidade social, negócios responsáveis oferecem produtos e serviços relevantes e transparentes a seus clientes.

1.2 ECONOMIA CIRCULAR
Independente de crises em vários países isolados, a economia mundial continua com projeção de crescimento econômico. Em uma nova perspectiva, a economia circular demanda menos foco no processamento de materiais físicos e mais atenção na minimização do desperdício no consumo e uso de produtos. Para países economicamente instáveis, a economia de compartilhamento – que contribui com a economia circular – será uma fonte de renda segura, uma demanda referente à crescente classe média global. A busca pela sustentabilidade nestes modelos econômicos emergentes destaca que os novos produtos e serviços devem ser desenvolvidos de maneira inteligente e com modelos de negócios adaptáveis. A previsão para os próximos anos é de que os negócios terão um crescimento comercial alinhado com a economia social. O impacto destes novos modelos trará efeitos em longo prazo nas regulamentações governamentais, no planejamento cívico, no futuro do trabalho e no desenvolvimento regional.

1.3 ATIVISMO GENUÍNO
O ativismo tem ganhado voz nos últimos anos e tornou-se marca registrada das novas gerações. Os consumidores estão mais atentos e questionam a conduta das empresas. Levando em conta a velocidade das informações, ser transparente como organização já não é uma escolha, mas uma exigência do mercado. A opinião do consumidor pode se transformar em viral no simples “criar” ou “compartilhar” de uma hashtag. O consumidor – hoje mais politizado – deseja que as empresas participem de causas com um posicionamento ético, responsável e de ativismo genuíno.

1.4 - BLOCKCHAIN DE OPORTUNIDADES
Blockchain é um sistema criado para propor mais transparência e descentralização na distribuição de dados em rede. Como um grande livro contábil essa tecnologia possibilitou o surgimento do bitcoin, a moeda digital que promete ser a revolução do mercado financeiro. Para além deste contexto, a blockchain está sendo inserida tanto na esfera privada quanto nos setores de governo. Além de permitir transferências e transações internacionais mais rápidas, a tecnologia já pode ser vista, no cenário mundial, em outros contextos como rastreamento de fontes de notícia confiáveis, registro de votos, processos licitatórios e registros atualmente realizados em cartórios.

1.5 - CRESCIMENTO DA CLASSE MÉDIA
Segundo previsão da ONU, 90% do crescimento urbano acontecerá em países de baixa e média renda. O crescimento populacional e a urbanização apontam a necessidade de buscar soluções sustentáveis para a construção de novos produtos e serviços. A economia circular e compartilhamento podem prover soluções direcionadas para este em grupo em ascensão. As empresas deverão buscar uma maior compreensão das necessidades e requisitos individuais deste público e dos novos estilos de vida. Embora a sustentabilidade seja relevante para este grupo de consumidores, o mais importante é que os produtos e serviços sejam acessíveis e inclusivos e que se destaquem de propostas comuns já vistas no mercado.

Para que um empreendedor e/ou profissional tenha sucesso no mercado atual, é necessário estar constantemente em atualização, pois a cada dia com a globalização e dinamismo das mídias digitais, existe uma grande oferta de informações ao qual o consumidor tem acesso, e exige maior qualidade das empresas, com custos menos elevados, e aqueles que não se enquadram nas exigências do cliente, podem ser a qualquer momento tirados do mercado.

Com isso, aqueles que buscam novas informações a todo momento, e uma capacitação para entender essa dinâmica do mercado possui um diferencial, que é justamente a adaptação ao perfil de cada consumidor, a empresa que consegui entender o comportamento do seu consumidor suas necessidade/ desejos, e como supri-las , certamente estará a frente dos seus concorrentes.

(Fonte: SEBRAE-PR)

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Igor Fonseca

    Igor Fonseca

    Cursando 5º período de Administração na UNI-ALFA. Moro em Goiânia-GO e atualmente sou estagiário do SEBRAE-GO.

    café com admMinimizar