Tem dois reais aí ?

Mara. Este é o nome da nova milionária brasileira. Mais um Big Brother Brasil chega ao fim e a possibilidade de colocar as mãos em um milhão de reais ascende o desejo de muitas pessoas pelo país afora. Enquanto a seleção para a edição sete do programa não inicia que tal pensar em ganhar esse milhão sem ter sua intimidade invadida por dezenas de câmeras ? Bem, realmente isso não é uma das tarefas mais simples, mas ao menos posso dar uma grande dica: empreendendo. O economista Joseph Schumpeter, estudioso do papel do empreendedorismo na dinâmica das economias afirmou que o empreendedor é aquele que destrói a ordem econômica existente pela introdução de novos produtos e serviços, pela criação de novas formas de organização ou pela exploração de novos recursos e materiais. Pois bem, então, sabe-se que criando novos produtos ou serviços ou explorando novos recursos podemos gerar valor e chegar mais perto do milhão desejado. Mas o que empreender ? Em minhas aulas e palestras sempre incito os alunos a propor sugestões de negócios. Quase sempre as idéias apresentadas versam sobre lojas localizadas em shopping centers ou serviços destinados à classe A ou B, necessitando de grande capital inicial. O problema é que em um país de altos juros e conseqüente indisponibilidade de capital barato inviabiliza parte das idéias. Por que não realmente destruir a ordem econômica existente? Por que não pensar em algo tão simples e barato, mas que seja fundamental ao dia-a-dia de todas as pessoas? E mais, por que não pensar em algo tendo como preço final de venda de no máximo dois reais e custo de produção total de um real ? Num país com mais de cento e cinqüenta milhões de pessoas é impossível que pelo menos um milhão destas não precise deste seu invento. Simples, não ? Não, realmente não é simples. Propor o novo, mas ao mesmo tempo essencial e que possa ser vendido a um preço muito baixo só é simples do ponto de vista teórico. Mas não impossível. Ao fixar-se em um objetivo como este compartilhe suas idéias com amigos e escute quantos nãos for necessário, até aperfeiçoar sua criação e sentir-se seguro o suficiente para continuar com seu projeto. Com uma idéia transformadora em ação, com preço de venda em dois reais e custo total de produção em um real, seu milhão de reais poderá tornar-se realidade. Só não garanto que não vire celebridade e tenha sua vida transformada da noite para o dia. Claudio Marlus Skora é administrador, economista e mestre em Administração de Empresas. Entre em contato com suas colaborações, críticas e dúvidas: claudio_skora@hotmail.com Publicado originalmente na coluna Gestão Empresarial do Jornal Hora H de Curiitba, página 16.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Claudio Skora

    Claudio Skora

    Claudio Marlus Skora é Administrador, Economista e Mestre em Administração pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente é professor convidado do IBPEX - Instituto Brasileiro de Pós-Graduação e Extensão e Diretor Pedagógico da Faculdade de Ciências Sociais de Florianópolis -CESUSC. Atua na área de Gestão de Instituições de Ensino e Consultoria Empresarial
    café com admMinimizar