Tecnologia da Informação com comunicação

De essência técnica, empresas do setor de Tecnologia têm dificuldades na comunicação com o mercado, especialmente com a imprensa. Serviços de assessoria podem auxiliar neste processo

Embora tenha “comunicação” até na sigla, a TIC não é, convenhamos, um setor conhecido pela arte de se comunicar. O extenso glossário de termos técnicos, tão usual para os profissionais da área, e a linguagem pautada no pensamento lógico dos bits e bytes torna a comunicação difícil para com os públicos externos (clientes, imprensa e outros) e até mesmo no cotidiano das empresas - afinal, nem todos são TI em uma empresa de tecnologia.

Esta é a razão pela qual nasce hoje esta coluna. Trabalho com jornalismo de TI há 15 anos, já fui repórter e redatora de renomados portais da área e atuei aqui mesmo, no Baguete, como repórter, subeditora e sócia por 9 anos, além de ser sócia-diretora, desde 2013, da Capital Informação, agência de assessoria de imprensa focada no setor de Tecnologia. Toda esta experiência me deu expertise no universo real da comunicação na TI, no qual é preciso ter olho clínico para diagnosticar gargalos, arestas, pontos altos e baixos, padrões e peculiaridades que requerem tratamento especializado e personalizado.

A partir de hoje escreverei aqui para elucidar a importância de bem comunicar para a TI. Começando por destacar como se aplica e por que é tão útil o trabalho de assessoria neste universo.

A comunicação está no cerne de uma relação frutífera com o mercado. Comunicar é mais do que transmitir uma mensagem: é criar um elo entre os dois lados, o emissor e o receptor, estabelecendo um ambiente comum de troca de informações e experiências.

Para as empresas, este ambiente é fundamental para alavancar negócios. Afinal, ninguém compra de quem não conhece, e ninguém conhece a quem nunca enxerga. A comunicação empresarial é, portanto, a criação de uma vitrine para que as companhias apareçam, sejam vistas e ouvidas, atraiam e conversem com seus públicos e, no fim das contas, vendam mais.

Construir esta comunicação é um processo trabalhoso e diário, no qual a atuação de agentes especializados é imprescindível. É aí que entra a Assessoria de Comunicação, composta por diversos núcleos, dentre os quais a Assessoria de Imprensa é o responsável por fazer a ponte entre as empresas e a mídia, trabalhando esta relação de forma construtiva para que as companhias alcancem resultados relevantes e positivos. Ou seja, é este segmento que fará com que a organização seja notícia.

Ser notícia é ser visto, e ser visto com credibilidade. Quem lê uma notícia sabe que o que está ali não é um anúncio, não foi pago para ser dito. Ao invés disso, precisou passar pela análise criteriosa de um jornalista antes de ser publicado, tendo de obedecer a regras de relevância, apuro, veracidade, atualidade para convencer o veículo a publicar o conteúdo.

Ser notícia é, portanto, ganhar respaldo junto ao jornalista e credibilidade junto ao leitor, ouvinte ou telespectador. E para que isso aconteça o trabalho da assessoria de imprensa, formada por profissionais que conhecem tanto o ambiente jornalístico quanto o empresarial, é fundamental.

O trabalho de Assessoria de Comunicação garante a construção de relacionamento, interação, recepção e entrega de mensagens, atração e fidelização de público, conhecimento e reconhecimento, fortalecimento da reputação corporativa junto aos diversos públicos de interesse. Profissionalizar a comunicação é, sim, um bom negócio.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento