Taxa Selic: em 04/2013 foi 7,25% e hoje é de 14,25%

O aumento da taxa de juros é justamente para controlar a inflação, porém, tem um custo elevado, é justamente a desaceleração da economia para controlar os preços, se por um lado ela desacelera a economia por outro lado podem permitir que tenha investimentos muito mais interessantes

A taxa selic nada mais é que a famosa taxa básica de furos que serve de referência para a economia brasileira, ou seja, é o custo do dinheiro ao longo do tempo, ela regula os empréstimos de qualquer natura, os credito consignado, os financiamentos imobiliários, as taxas de juros das operações bancária, os limites, os cheques especiais e os cartões de créditos.

A taxa selic é definida pelo Comitê de Política Monetária (Copom), que pode aumentar ou diminuir de acordo com o desempenho da economia no período, tendo como indicadores: a produção industrial, as vendas no comercio, a produção agrícola, as dividas do país, a taxa de cambio, enfim tem uma serie de parâmetros que são avaliados para definir se aumenta a taxa ou não.

Mais uma vez o Comitê de Política Monetária do Banco Central elevou a taxa selic, assim como no mês passado elevou mais meio ponto percentual, passando assim de 13,75% para 14,25%, esse índice pode até ser visto como uma manobra necessária, porém, os mais diversos setores da economia irão continuar sofrendo as conseqüências desses ajustes, tanto o setor da indústria como o comercio e os serviços terão que continuar com o pé no freio na hora de fazer os investimentos como compras de maquinários, entre outros.

A taxa selic tem grande impacto nos juros oferecidos no mercado porque quando é elevada fica mais difícil conseguir um financiamento por que os juros sobem, por outro lado, esse mesmo aumento na taxa altera a rentabilidade dos produtos de investimentos.

Existem alguns produtos no mercado financeiro que são indexados a taxa selic, a rentabilidade desses produtos pagam exatamente a variação da taxa selic, por exemplo, se a taxa selic ao mês é 0,5% esse produto vai render exatamente 0,5%, esse é o caso dos CDBs que de uma maneira geral paga o percentual da taxa selic, assim também são os fundos de DIs que a rentabilidade é muito próxima da taxa selic, e alguns títulos públicos que a rentabilidade e a variação da selic.

O aumento da taxa de juros é justamente para controlar a inflação, porém, tem um custo elevado, é justamente a desaceleração da economia para controlar os preços, se por um lado ela desacelera a economia por outro lado podem permitir que tenha investimentos muito mais interessantes.

A taxa de juros esta subindo bastante em 2015, iniciamos o ano com 12,25%, mas com certeza deve cair em 2016.

ExibirMinimizar
aci baixe o app