Tartarugas em Árvores

Estamos caminhando, cada vez mais rápido, para um mundo empresarial onde não encontraremos mais tartarugas em árvores!
Tartarugas em árvores? – Você pode perguntar...

Sim, tartarugas em árvores. Como você bem estranhou, tartarugas não sobem em árvores – alguém precisa colocá-las lá.



Em um mundo baseado em Q.I. (quem indica) encontramos muitas tartarugas em árvores, pessoas que desprovidas da competência e pertinência para uma função, a ocupam por favoritismo pessoal e tráfico de influências.


Felizmente com o aumento exponencial da competitividade fica cada vez mais difícil manter estas tartarugas em árvores. Já temos menos delas hoje que no passado e as remanescentes, cedo ou tarde, terão que descer!


A meritocracia não veio pelos meios éticos que muitos de nós esperávamos, mas vem sendo introduzida à custa da busca incessante por resultado.

Com isso ganhamos todos. Todos? Sim todos, porque os que perdem seu conforto antes patrocinado apenas pela conveniência e politicagem, também ganham.
Ganham a possibilidade de encarar a vida de frente, sair de uma zona de conforto que camufla suas fraquezas e incompetências e as encaminha para um diálogo franco com a vida. Afinal, não estamos aqui a passeio!

Conforto não é sinônimo de harmonia, assim como prazer não é sinônimo de felicidade. Sem desconfortos e desprazeres estaríamos fortemente condicionados à estagnação. Vida é desafio, é mudança, é conquista e, sobretudo, é um diálogo franco e direto com a realidade.

É fato que o ser humano, em sua imensa maioria, não suportaria uma vida sem ilusões. Mas também é fato que somente ilusões não significam vida. Viver é uma totalidade, é um fluxo, é um processo constante de vir a ser...

Algumas ilusões se desfazem, outras se constroem, mas é fundamental que a cada fase estejamos um pouco mais maduros – o que equivale dizer – independentes.

Não há nada de mal na ilusão ou no prazer, o único engano constitui-se em nos apegarmos a eles como se fossem a vida como um todo. Viver é um processo sinérgico: as partes compõem o todo, mas este é maior que a soma das partes. Isto ocorre por uma razão muito simples – as partes se relacionam entre si!

Notou que a compreensão deste texto foi ficando um pouco mais complexa à medida que ele é lido? A vida é assim torna-se mais complexa a cada fase, mas apesar disso, nós a compreendemos melhor a cada nova etapa. Como isso é possível?

O segredo é que a natureza das nossas ilusões vai mudando com o tempo e este desapego nos torna mais sábios:

“Muito será pedido àquele que muito recebeu”

Esta regra espiritual nos deixa claro que é excelente que as tartarugas estejam descendo das árvores e que os pássaros possam ocupar seu lugar. Estes terão sua merecida oportunidade. Aquelas, a possibilidade de encontrar seu caminho e verdadeiro habitat diante da vida.

Carlos Hilsdorf. Palestrante do Congresso Mundial de Administração (Alemanha) e do Fórum Internacional de Administração (México). Referência nacional em desenvolvimento humano. Autor do best seller Atitudes Vencedoras.
www.carloshilsdorf.com.br

Acompanhe as novidades no Twitter: www.twitter.com/carloshilsdorf

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.