Sua empresa já está preparada para a resolução da CVM?

Agora a documentação de fundos e situação cadastral dos cotistas precisam estar atualizadas para que sua empresa não incorra em infrações

Olá.

Até então, instituições financeiras que não detinham custódia de fundos e outros ativos não precisavam guardar e manter atualizados o cadastro dos fundos, cotistas, entre outras informações cadastrais.

Segundo sites oficiais, dentre as diversas alterações trazidas pela Instrução CVM531/13 à Instrução CVM 356/01, que regulamenta os fundos de investimento em direitos creditórios (FIDCs), destaca-se a vedação de guarda dos documentos relativos aos créditos pelo cedente dos ativos integrantes da carteira dos fundos. A principal questão relacionada à guarda dos documentos é a operacionalização da transferência de tal documentação, até então mantida na maioria das vezes na posse dos cedentes, para os custodiantes ou para terceiros, especialmente contratados para tal finalidade. Em outras palavras, empresas terão que ter não somente a posse das informações como mantê-las atualizadas sob a pena de multas.

A questão principal é como essas empresas conseguirão não somente obter as informações mas ter certeza que estão atualizadas em tempo hábil?

Recorra à solução de gestão documental!

Antes de levar a mão à cabeça e achar que de um dia para o outro a sua empresa terá que abrir departamentos para manter a papelada ao seu alcance e funcionários preparados para o manuseio das informações ou até mesmo um cenário menos obscuro com informações já digitalizadas, você não precisa se desesperar. Vai por mim!

Semana que vem voltamos.

ExibirMinimizar
aci baixe o app