Café com ADM
#

Sobre Maestros e Líder es

Líderes, assim como maestros, tem a missão de conduzir sua equipe à máxima performance e isso requer conhecimento, técnica e muita sensibilidade

Maestro, em italiano, significa regente. É aquele que rege uma orquestra conduzindo os músicos à uma harmonia sonora utilizando-se apenas do gestual e, através de seus movimentos, é capaz de orquestrar resultados que impactam os ouvintes.

Os movimentos de um maestro exigem conhecimento e técnica. É preciso conhecer cada nota, reconhecer os sons que cada instrumento é capaz de fazer e qual a capacidade de cada músico entregar aquilo que lhe é demandado. Mas também é preciso emoção e sensibilidade. Em seus movimentos ele transmite aos músicos, ali atentos, toda a energia que a música requer. Ouvidos atentos a cada mínimo som são capazes de perceber a cadência, a afinação e, se algo sai do caminho esperado, através de mais um gesto (que muitas vezes nós, o grande público, nem percebemos) ele direciona sua equipe aos aplausos!

Assim como os maestros também devem ser os líderes.

Liderar, do mesmo modo que reger uma orquestra, requer técnica e conhecimento. É importante compreender sobre o comportamento humano, dominar técnicas de feedback e de gestão. Mas, muito mais que importante, é fundamental ter sensibilidade! Mais do que conhecer as pessoas, é preciso percebê-las em sua totalidade. Compreender suas necessidades, suas capacidades e potenciais e, através disso, estimular cada um ao alcance de sua máxima performance inspirando-as a atingir os resultados desejados.

Um maestro não precisa falar para que sua voz seja ouvida, ele agita os braços e mãos segurando sua batuta e isso é suficiente para que toda a orquestra saiba qual instrumento deve aparecer, o ritmo e a intensidade que cada nota deve ter. Ele nem sequer precisa saber tocar os instrumentos, precisa sim saber que sons quer produzir, que música deve ser tocada e que emoções quer causar nos ouvintes com o resultado daquela apresentação.

Um líder, assim como um maestro, precisa inspirar com sua postura, precisa ter claro seu objetivo e, conhecendo a capacidade e o potencial de cada um, orquestrar sua equipe direcionando para a produção do melhor resultado!

Como dizem as palavras de Peter Drucker,

"Maestros não sabem como o oboé faz o seu trabalho, mas eles sabem com o que o oboé deve contribuir."

Wilna Lima

Coach de Vida e Carreira / Consultora de RH

www.facebook.com/growupgp

Instagran: @growupgp

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.