Ser uma caneta de quatro cores ou a de apenas uma?
Ser uma caneta de quatro cores ou a de apenas uma?

Ser uma caneta de quatro cores ou a de apenas uma?

A grande pergunta do nosso foco na carreira pode ser exemplificado com esses dois tipos de canetas

Lembro-me da minha época de escola (que não faz tanto tempo assim) que vi pela primeira vez aquela caneta de quatro cores (azul, vermelha, preta e verde). Achei o máximo e quis uma igual. Além de ser mais interessante por conter diversas cores em uma só, trazendo mais praticidade e economia, era mais difícil de perdê-la do que se tivesse uma de cada cor. Dessa maneira, as canetas tradicionais de uma cor apenas ficaram um pouco sem graça.

Na nossa carreira, caímos num dilema sobre foco e produtividade que podemos utilizar como exemplo esses dois tipos de canetas. Nos questionamos se devemos ser uma simples caneta de uma cor, com foco e qualidade voltada para apenas essa cor, ou uma de quatro cores com maior polivalência. As canetas de apenas uma cor (assim como os profissionais que se focam e se especializam em apenas uma determinada função), podem não ser tão atraentes quanto as de quatro cores, porém ninguém pode questionar quanto a sua eficiência, que dificilmente falha no que lhe é designado. Essa eficiência, em muitas das canetas de quatro cores (pelo menos nas quais que eu tive contato), pode ser questionada, pois lembro que sempre em determinado momento uma das cores falhava em um menor espaço de tempo do que as de apenas uma cor. Isso acontece muito na nossa carreira quando acumulamos demasiadas funções diferentes umas das outras, que acabarão, em determinado momento, trazendo algum tipo de falha de nossa parte.

Ter um profissional “caneta de quatro cores” pode ser algo extremamente útil para uma equipe, principalmente pelo fato de que este pode ser considerado um coringa para suprir necessidades esporádicas e específicas. Mas, em contrapartida, seu desenvolvimento profissional pode ser prejudicado se ele não tiver o foco necessário para se dividir entre todas as funções sem se perder e se houver um acúmulo de demanda muito grande. Falhas operacionais e atrasos em prazos acabarão sendo inevitavelmente observados pois temos de lidar com a imperfeição específica de cada um em determinada atividade.

Saber um pouco de tudo e tudo de um pouco é, inegavelmente, de suma importância para a sua carreira. E, independente de qual caneta você escolher ser, tenha a compreensão de que é estritamente necessário desenvolver-se sem parar, buscando maior qualificação. Se você for uma caneta de uma cor, não se prenda a apenas aquele conhecimento específico que possui e, se for a de quatro cores, não se perda na imensidão de demandas e informações que passam por você durante seu cotidiano. O que importa é você executar com a qualidade e conhecimento que possui as funções que são de sua responsabilidade.

ExibirMinimizar
aci baixe o app