Ser otimista não é ser ingênuo

A importância de ser otimista mesmo em um cenário de crise

Ontem em um raro momento de folga, resolvi procurar um filme para ver no Netflix e passando pelo catálogo deles acabei notando um padrão que me levou a uma reflexão.

É enorme a quantidade de filmes ditos sérios, com conteúdo apocalíptico ou pós-apocalíptico, alguns ambientados em um futuro distante, outros nem tanto, mundos em que água vale mais do que ouro, filmes onde não existe mais terra firme, ou seja, situações em que não há espaço para otimismo, esperança.

Otimismo e esperança ficam relegados para os contos-de-fadas, para os filmes infantis, ou para os filmes de família, como são classificados a maioria dos filmes produzidos pela Disney, fazendo com que os otimistas fiquem com pecha de ingênuos.

Eu ouso discordar da maioria e afirmar que otimismo não tem nada a ver com ingenuidade, você acreditar em uma causa e lutar por ela é fundamental, afinal o que faz você levantar da cama? Se você soubesse que o mundo iria acabar amanhã você trabalharia normalmente hoje?

Uma vez me disseram a frase “enquanto uns choram outros vendem lencinho” essa sim é uma postura que um empreendedor deve ter diante da crise, e isso não tem nada de ingênuo!

Um momento de crise pode ser ideal, por exemplo, para iniciar um novo empreendimento, calma, eu explico: em virtude da crise o movimento do seu negócio tende a ser menor, qualquer que seja ele, o que pode ser uma oportunidade para quem está começando, oportunidade de testar, de treinar funcionários, conhecer seus clientes.

Se você já está no mercado, pode ser a chance de assumir um risco controlado e testar novas estratégias para o seu negócio, estreitar parcerias, consolidar o seu relacionamento com clientes, procurar novos mercados ou frentes de atuação, enfim, não é porque há uma crise que você tem que ficar parado esperando ela passar.

É como em processo de coaching, você não fica parado pensando no problema, você foca na solução, planeja, usa todas as ferramentas à sua disposição para atingir sua meta, ajusta seu comportamento, reforça seus pontos fortes, minimiza seus pontos fracos.

Quando você conhece bem a si mesmo, você se torna mais permeável às mudanças bem como dizia Darwin “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente. Quem sobrevive é o mais disposto à mudança”. Em um mundo em constante mudança, adaptar-se não é uma questão de opção...

Claro não estou incentivando você a fazer nada insensato, investir sem planejar, apostar que dias melhores virão sem qualquer fundamento, o que também não tem nada de ingenuidade, isso tem outro nome: loucura.

O otimismo na dose certa é uma ferramenta fundamental para você empreendedor por que ele não só evita que você desista do negócio diante do primeiro obstáculo que possa surgir, como ainda te mantém em movimento, impedindo que você se acomode.

ExibirMinimizar
Digital