Sem crise no mercado de TI

Temos muito a comemorar, pois segundo a pesquisa, o mercado de TI no Brasil não para de crescer nos últimos 03 anos: 12,6% (2013), 10,2% (2014), 6,4% (2015) e tem expectativa de crescimento de 5,7% para 2016.

Escrevo esse artigo em um momento de mudanças e grandes possibilidades de alterações políticas, que podem trazer também um novo momento econômico para o Brasil. É comum nesses momentos tentarmos entender os mercados e os reflexos que eles tiveram com essa crise, se é que podemos chamar assim, instaurada nos últimos anos.

Temos acompanhado o mercado de Shopping Centers que segundo as administradoras de shoppings, o ano de 2015/2016 enfrentou o pior cenário nos últimos 7 anos do segmento em uma divulgação recente da Exame.com. Esse mês, é o mês das mães e temos um comércio, com baixa expectativa e muito apreensivo, para esse que é o segundo maior evento do ano. Lembrando que já tivemos um natal em 2015, que é o principal evento no comércio, com recorde negativo em praticamente todos os segmentos.

Mas e o mercado de TI? Quanto ele sofreu e está sofrendo e quais as perspectivas para 2016, com tudo que vem acontecendo em outros segmentos? Para responder essa pergunta gostaria de dividir uma pesquisa no segmento realizada anualmente, desde 2009, pela ADVANCE Consulting.

Temos muito a comemorar, pois segundo a pesquisa, o mercado de TI no Brasil não para de crescer nos últimos 03 anos: 12,6% (2013), 10,2% (2014), 6,4% (2015) e tem expectativa de crescimento de 5,7% para 2016. Dessa forma podemos concluir que o mercado está sentindo também o que está ocorrendo, pois nosso crescimento vem diminuindo, mas a crise não foi tão cruel assim, com o reflexo em oportunidades.

Estamos atendendo, desde o segundo semestre de 2015, várias demandas atendidas por nossa Rede de Franquia em hipermercados que modificaram os layouts de seus PDV´s para melhorar o atendimento, reduzir a fila e lutar contra a concorrência. Tivemos e estamos realizando esse mês redes que mudaram suas lojas de localidade ou até mesmo estão reduzindo seu custo fixo em aluguel, reduzindo de duas salas para uma sala em seus escritórios regionais. E infelizmente também tivemos lojas que foram fechadas, todas com demandas de TI, seja para montagem como para desmontagem de seus equipamentos, servidores, etc.

Com esses acontecimentos e analisando esses dados de forma comparativa ao PIB, temos um 2015 com um fechamento em queda de quase 4%, a maior queda em 25 anos no País, comparando dessa forma podemos ver que realmente estamos em um momento de mudanças e um momento de oportunidade no segmento de TI, talvez não cresçamos tanto em 2016, mas continuaremos crescendo, segundo as previsões da pesquisa de 3 a 4% em 2016.

E com os últimos acontecimento políticos no País há uma mudança na atitude das empresas de TI, onde algumas estão aumentando seus quadros de colaboradores enquanto outras estão reduzindo, segundo a pesquisa cerca de 53% dos empresários estão revendo, rapidamente, seus planos para 2016, com novas estratégias e ações para tirar o máximo proveito das vendas para este ano de 2016 ainda.

E a pesquisa conclui que teremos anos desafiadores à nossa frente, mas agora com luz no final do túnel. Cabe a você escolher se sua luz está mais longe ou mais perto!

ExibirMinimizar
aci baixe o app