Se você é 220v não adiantará nada ser ligado em 110v
Se você é 220v não adiantará nada ser ligado em 110v

Se você é 220v não adiantará nada ser ligado em 110v

Às vezes vivemos momentos que nem sequer percebemos e analisamos o que está ocorrendo ao nosso redor

Hoje venho falar sobre nossa instalação no mundo do trabalho. Nosso dia a dia está cada vez mais sendo consumido por muitas coisas que adoramos ou não fazer, mas fazemos e, na maioria das vezes, fazemos tudo junto. Temos o orgulho em dizer que somos multitarefa, e de fato somos! Só vejo um pequeno problema nisso: às vezes vivemos momentos que nem sequer percebemos e analisamos o que está ocorrendo ao nosso redor.

Vou dar-lhe um exemplo meio maluco, mas que lhe ensinará muito. Certo dia na empresa, resolvemos comprar uma cafeteira para ser utilizada no escritório da mesma. Compramos uma qualquer, a instalamos e começamos a nos saciar todos os dias com um belo café passado na hora. Qual o problema nisso? Nenhum (que tenhamos percebido).

No escritório desta empresa trabalhávamos entre seis pessoas e ambas passavam café muitas vezes, levando a cafeteira a trabalhar muito durante o dia. O trabalho no escritório era intenso, portanto estávamos deparados com um problema todos os dias e nenhuma das pessoas ali, inclusive eu, tínhamos nos dado conta do que ocorria com nossa cafeteira. Só sabíamos que ela era demorada, mas nunca nos perguntamos o porquê, já que a intensidade do dia a dia não nos permitia que ficássemos preocupados com o rendimento de uma cafeteira. E assim foi, fomos “tocando o barco”.

Nossa cafeteira demorava mais que o normal para passar um café. Posso até dizer que demorava cerca de três vezes mais que o normal das demais cafeteiras já utilizadas por nós. Aí, certo dia olhei e por alguns segundos acompanhei o trabalho daquela cafeteira, pensei: não pode estar certo. Não, com certeza temos algo errado aqui, a cafeteira está sem força. Levantei de minha mesa que por sinal era bem de frente à mesa que estava ligada a cafeteira e comecei a analisá-la.

Desliguei-a da tomada, verifiquei tudo que era possível nela e aparentemente estava tudo em ordem, então resolvi coloca-lá em outra tomada na sala ao lado. Sabe o que aconteceu? A cafeteira começou a funcionar como todas as outras e tudo se normalizou em questão de instantes, simplesmente por que troquei a cafeteira de lugar. Não tínhamos nos dado conta que nossa sala possuía diversas tomadas em 110v, pois eram distribuídas a partir de um no-break que transformava a energia local (220v), para 110v e na sala ao lado era tudo normal.

É uma analogia simples, mas creio que é muito eficaz para aprendermos. A pessoa que colocou ela no lugar que estava não se deu conta que ali não era o seu lugar e que ela ficando ali teria seu rendimento comprometido. Todos os demais que viviam o dia a dia utilizando-a não se deram conta (inclusive eu), por simplesmente não darmos atenção a todas as coisas que fazem parte de nossos momentos no decorrer dos dias.

Podemos aprender diversas coisas com um fato tão simples como esse, mas vou dizer o que aprendi no momento em que essa simples questão foi resolvida. Aprendi que às vezes estamos em lugares que não nos favorecem muito em mostrar nossas habilidades e rendimento, aprendi que tudo deve ser notado e analisado antes de ser criticado por não estar rendendo o esperado, pois simplesmente uma mudança de lugar pode revelar quem você é e o seu potencial.

Aprendi que tudo nessa vida nos ensina e que ninguém pode tirar o que é seu, ninguém pode tirar de você a capacidade de fazer um trabalho bem feito. E que por mais que às vezes o ambiente não lhe proporcione a oportunidade de fazer o que gosta e o que está destinado a fazer, isso não é motivo para você aceitar. É melhor sair deste lugar antes que você se conforme com o baixo rendimento e até fique estagnado em uma zona bem pior que a zona de conforto, zona essa que não deixa nem você mostrar quem realmente é.

Encerro por aqui esse pequeno texto tentando mostrar que se você estiver em um lugar onde não é estimulado a render, no mínimo, o seu nível médio, saia imediatamente deste lugar e procure fazer o que te faz feliz e te instiga a sempre estar buscando mais. E se você é um gestor, um empresário e até mesmo um colaborador que possui visão sistêmica e sabe que em sua empresa existem possíveis prodígios que estão ofuscados por motivos que não são admissíveis, tente resolver e estimular os prodígios ou, quem sabe, até mesmo você a estar buscando sempre superar seus próprios limites. Ninguém tem o direito de retardar o seu crescimento na vida, seja diferente da cafeteira que não tinha condições de se expressar. Vá além e busque o tudo que um dia você sonhou. Afinal, tudo é válido.

“O sonho é a parte mais importante da realidade.”

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento