Rotatividade nas empresas

O custo que uma empresa possui para abrir um processo seletivo, contratar o novo funcionário e treiná-lo é muito grande para que tudo termine em demissão; seja ela uma iniciativa do colaborador ou da empresa.

O tempo de experiência permitido por lei é de 3 meses. Neste período é muito comum que as empresas ofereçam salários reduzidos e excluam algum benefício do pacote de contratação. Essa medida é usada para reduzir o custo do treinamento do novo contrato, mas, além disso, funciona como um motivador para o novo ocupante do cargo, que só será recompensado como os outros funcionários se demonstrar que tem capacidade de ocupar a função.


Nada é mais difícil de administrar do que pessoas. São seres com vontades, capacidades, desejos e sentimentos únicos. Imaginamos uma média empresa com 70 colaboradores, cada um pensando de uma forma diferente e tendo sonhos distintos. Motivá-los é a coisa mais difícil que um gestor precisa fazer.

É muito comum que colaboradores troquem de empresa buscando melhorias em seu salário, após terem absorvido todo o conhecimento. Para diminuir essas estatísticas, as empresas devem mudar pequenos processos em sua organização. O simples fato da empresa possuir um programa de Planejamento de Carreiras já é fator para a diminuição da rotatividade. Abaixo descrevo algumas dicas para diminuir a rotatividade de sua empresa:

• Pratique o endomarketing;
• Motive constantemente seus funcionários;
• Ajude-os a se aperfeiçoarem;
• Construa um Planejamento de Carreiras;
• Pague salários acima da média;
• Ofereça benefícios que melhore a qualidade de vida de seus funcionários;
• Tenha metas e objetivos realistas;
• Abra um canal de comunicação para seus colaboradores, onde eles possam expressar suas opiniões e sugestões sem terem o medo de serem repreendidos;
• Acima de tudo: trate-os com respeito!


Sucesso!

Ligia Galvão
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.