Rotatividade de funcionários mesmo em tempos de crise econômica

Mesmo com a diminuição de vagas de emprego no mercado de trabalho, ainda há em alguns setores como no varejo, altos índices de rotatividade de funcionários, as empresas devem dar maiores atenção e procurar entender qual o motivo pela qual esta ocorrendo, as empresas está procurando manter uma equipe enxuta, só contrata quando tem grande necessidade, e mesmo assim não consegue segurar o funcionário por muito tempo, mesmo em tempos de crise

A crise econômica do Brasil atinge fortemente o país e a recessão é uma realidade, algumas das grandes empresas estão dando férias coletivas para os funcionários, as vagas de empregos estão diminuindo e a taxa de desemprego a cada dia vem aumentando. Segundo a Organização Internacional do Trabalho as taxas de desemprego estão acima da media mundial e com estimativa que no próximo ano não será diferente.

Diante desse panorama não é uma boa hora para trocar de emprego, as oportunidades não estão aparecendo, mesmo quem não esta satisfeito é necessário ponderar muito antes de mudar de emprego, é preciso ter certeza que a nova proposta esta bem sedimentada, não é hora de deixar a oportunidade que temos por um desafio para ganhar mais e correr o risco de após dois ou três meses não dar certo e ser demitido.

Mesmo com a diminuição de vagas de emprego no mercado de trabalho, ainda há em alguns setores como no varejo, altos índices de rotatividade de funcionários, as empresas devem dar maiores atenção e procurar entender qual o motivo pela qual esta ocorrendo, as empresas está procurando manter uma equipe enxuta, só contrata quando tem grande necessidade, e mesmo assim não consegue segurar o funcionário por muito tempo, mesmo em tempos de crise.

Se a rotatividade for alta por que a empresa tem que demitir constantemente os funcionários isso acontece por que o processo de recrutamento e seleção não esta sendo feito de uma maneira adequada, se os funcionários pedem para sair considera-se que a empresa não esta sendo boa para trabalhar, visto que as pessoas geralmente não têm uma noção de carreira em longo prazo, ou seja, elas trocam de emprego por alguns reais a mais no seu salário.

A empresa, e principalmente os gestores tem papel muito importante na retenção dos funcionários, devendo fazer um forte trabalho para diminuir a rotatividade de funcionários, não apenas por que eles são bons, mas para tentar minimizar um grande problema nas empresas, que é a construção do conhecimento relevante da organização, se a empresa tem certa porcentagem saindo da empresa, significa que ela tem um conhecimento indo embora, e a empresa precisa repor esse conhecimento, porém, a grande maioria dos seus gestores tem muita dificuldade em relação ao tempo que precisa para capacitar, engajar e orientar melhor os novos contratados.

O gestor precisa ser mais assertivo, precisando melhor gerir sua equipe, na verdade ele acaba tendo uma serie de outros problemas para resolver e não consegue perceber a verdadeira necessidade de sua equipe, que quase sempre é apenas o reconhecimento e a valorização, com isso o funcionário que se esforça e não consegue perceber que esta sendo valorizado na empresa, não vê o reconhecimento desejável, uma boa orientação, uma capacitação necessária acaba indo procurar em outros lugares.

É percebida uma grande dificuldade da liderança no engajamento e retenção dos funcionários, visto que os estudos mostram que pode até ter falhas nos sistemas de benefícios da empresa, pode até não dar um treinamento adequado, más se o funcionário tiver um gestor que procura estar próximo ajudando a se capacitar, a trabalhar, a se comprometer com suas obrigações, ele consegue desculpar a falta de determinados benefícios, assim como também, se a empresa der todos os benefícios, mas tem um gestor que não esta trabalhando a altura no quesito da gestão de competência e gestão desenvolvimento eles não vão olhar para os benefícios.

Há uma ligação muito precisa entre a capacitação que o gestor tem de orientar, engajar, capacitar, estas grandes habilidades do gestor tem como resultado não só a melhoria de desempenho, mas também a melhoria do engajamento e retenção e principalmente a melhoria do conhecimento estratégico, com isso o funcionário mesmo que tenha outras opções no mercado, ou um salário melhor, projetos interessantes irão preferir ficar na empresa, pela certeza que conseguirá se desenvolver profissionalmente, cumprindo com suas obrigações, por ter um gestor que ajuda nos seus objetivos estratégicos que se propôs a fazer.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento