Ria de você

Rir de si mesmo, achar graça nas falhas, aprender a não se levar tão a sério pode trazer múltiplos benefícios

Como é gostoso conviver com gente simples, despretensiosa, que sabe jogar uma conversa fora, que sabe contar suas falhas achando graça de si mesmo, que sabe que não é perfeito e nem quer ser, que ri de suas experiências desastrosas e não tem vergonha de compartilhar seus medos e inseguranças.

Você conhece alguém assim? Tem vontade de ficar sempre ao lado dessa pessoa? Essa simplicidade não é a coisa mais cativante da personalidade de alguém? Não é maravilhoso ouvir alguém rindo de si mesmo?

Se sabemos quanto é bom conviver com alguém assim por que queremos sempre acertar e provar que estamos certos? Por que insistimos em cultivar esse ego monstruoso que pesa e nos afasta das pessoas?

Por que queremos ser belos e atraentes, bem sucedidos e inteligentes se não é esse tipo de pessoa que normalmente queremos realmente perto de nós?

Vamos abandonar um pouco essa carga desnecessária e nos tornar alguém com realmente gostamos de conviver, vamos nos permitir ser mais leve, mais feio, mais desastrado, menos inteligente, menos bem sucedido, mas com uma conversa gostosa, com uma risada contagiante e com a alegria de viver estampada em cada gesto.

Pense em suas piores experiências e tente rir de si mesmo. O fracasso não é tão ruim assim. Veja as coisas por uma visão diferente. A vida é curta demais para ser levada tão a sério e nem sabemos o dia em que ela irá terminar...

Bora aproveitar um pouco e ser mais leve? Bora fazer mais amigos, rir mais e ser naturalmente feliz? Não se leve tão a sério, você não estará mais aqui dentro de no máximo cem anos e tudo continará igual...aproveite enquanto pode, se preocupe menos e ria de você...

Bom divertimento...

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento