Café com ADM
#

RESPONSABILIDADE CORPORATIVA AMPLIA MERCADO DE TRABALHO

Ética, integridade, flexibilidade, compromisso social e capacidade de comunicação são algumas das características do profissional de responsabilidade social. A formação, dizem especialistas e profissionais, inclui carreiras diversas. Cursos de especialização e pós-graduação já estão disponíveis em algumas instituições de ensino. É fundamental o profissional ter uma visão holística e de longo prazo. Ele também precisa conhecer o negócio da empresa, identificando oportunidades em todos os processos. O lado humanista é importante na formação desse profissional, mas bom coração não basta. Cada vez mais o conhecimento técnico será importante na carreira. O responsável pelos projetos (destino do investimento social da empresa) deve conhecer a situação social da comunidade e do País e ter facilidade no relacionamento com Governos, ONGs. Outro tipo de profissional, com perfil de gestor, deve ter visão mais estratégica, incluindo desde projetos de estimulo a fornecedores e distribuidores até comunicação com o publico interno. O Gestor de Projetos O profissional com perfil para gestão de projetos encontra oportunidades também nas entidades do Terceiro Setor. Na comunicação com o publico interno, o objetivo é levar praticas socialmente responsáveis para o cotidiano de todos os empregados. O atual movimento de responsabilidade social corporativa agregou antigos projetos de caridade e filantropia, assim como trouxe para sua gestão profissionais com trajetórias diversas. O profissional que atua nessa área precisa ter consciência de que o mundo precisa de ajuda e que cada um pode fazer a sua parte. Objetivos e resultados numa carreira não precisam ser exclusivamente econômico-financeiros. Dependendo do perfil profissional, ele pode se satisfazer com outras realizações. Pensando assim, muitos profissionais resolvem dar uma guinada na sua carreira, revendo seus projetos de vida e profissionais. Esses profissionais podem levar suas idéias para a empresa em que trabalham unindo as praticas empresarias a do terceiro setor. Caso não exista essa oportunidade na sua empresa, o profissional deve procurar empresas que tenham esse perfil para trabalhar. Hoje, a maioria das grandes empresas, possui um setor de desenvolvimento sustentável, que cuidam de projetos culturais e comunitários. Isso gera e cria cada vez mais espaços para profissionais comprometidos no meio corporativo, mas vale lembrar que, competência técnica e entendimento dos negócios também têm sido exigidos cada dia mais e mais.
ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.