Reflexões de um líder

Muito se escreve sobre as características de um líder. É vasta a preocupação no mundo gerencial sobre aquele que possui poder de influência sobre as pessoas. Mas quais são as principais questões que um líder deve responder para si mesmo para avaliar sua performance ? Este artigo apresenta algumas sugestões.

Muito se escreve sobre as características de um líder. É vasta a preocupação no mundo gerencial sobre aquele que possui poder de influência sobre as pessoas. Discussões sobre o próprio conceito de liderança são exaustivas, começando sempre pelo fato: é a liderança inata? Autores elencam características do líder apontando: focalização nos objetivos; orientação para a ação; autoconfiança; habilidade no relacionamento humano; criatividade e inovação; flexibilidade; tomada de decisão; padrões de desempenho e visão do futuro. A esta lista, poder-se-ia incluir um número sem fim de atributos que se por um lado nunca seria capaz de esgotar o assunto e formar o tipo ideal de líder, de outro lado, seria incapaz de se encontrar na realidade.
Assim, procuro trazer a tona algumas reflexões que qualquer um que, em conjunto com outras pessoas, procura atingir objetivos deve fazer para avaliar sua performance. São elas:

Como exerço a minha liderança para criar valor a todos os stakeholders da organização?


Como realizo a interação com todas as partes, demonstro meu comprometimento e busco oportunidades para a organização?
Como trabalho no sentido de aceitar a supervisão e feedback sobre minhas decisões para proporcionar a confiança sobre minhas ações ?


Como avalio os riscos que minhas decisões podem causar na organização?

De que forma eu tomo, comunico e implemento minhas decisões ?
Como eu identifico outras pessoas com potencial de liderança e proporciono o desenvolvimento delas para que assumam posições chave na organização?
Como eu avalio a minha necessidade de desenvolver competências de forma a garantir minhas competências continuem sendo adequadas à organização?
James C. Hunter, autor de O Monge e o Executivo aponta que liderar é servir. Neste espírito, as reflexões apresentadas buscam proporcionar um momento para pensar sobre si mesmo e suas ações. Mas faça isso longe do estressante ambiente de trabalho. Procure um local relaxante e agradável, que proporcione a despretensiosa autocrítica. Além de apreciar a bela paisagem, há algo a mais que você pode fazer em frente ao mar.


Claudio Marlus Skora é administrador, economista e mestre em Administração de Empresas.
Entre em contato com suas colaborações, críticas e dúvidas: claudio_skora@hotmail.com


ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.