Quem não mede o desempenho tem que contar com a sorte!!

A todo momento vejo lacunas importantes nas empresas que pouco são levadas em conta para avaliar seus resultados, situações fundamentais para o sucesso do negócio que são deixadas de lado pela falta de tempo e por estar muito na operação e não fazer a gestão, por não controlar ou medir seus resultados. Eu sempre faço a pergunta: Se você não tem tempo de cuidar da sua empresa, quem está fazendo isso? Esse será o assunto do artigo de hoje.

Gosto de utilizar muito o exemplo da Caixa d’água para ressaltar a importância da medição. Normalmente o que acontece nas empresas é que quando a vazão de entrada da água na caixa está forte e o nível da água não baixa, muitos não se preocupam com a saída da distribuição da água no fundo da caixa, ou seja, quando está entrando bastante dinheiro, se sai muito ou pouco, não é necessário se preocupar pois sempre sobra alguma coisa, essa é a visão míope do negócio. Hoje em dia, percebo muitas empresas, que com essa instabilidade, não sabem mais o que fazer, corte de gasto, demissões, flexibilizações não estão sendo suficientes para garantir a estabilidade. Na hora que deveriam controlar seus resultados deixavam a mercê da “sorte” e quem estiver somente contando com a sorte daqui para frente, terá muito trabalho e surpresas inesperadas.

É o momento constante de planejar, executar e medir o desempenho. Já está na hora de começar a pensar e planejar o 2016 e controlar muito bem esse segundo semestre de 2015. Seguidamente, em visitas, gosto muito de instigar, desafiar as pessoas para ver a reação que elas têm quando falamos em análise estratégica de desempenho. Vou fazer um teste agora com algumas perguntas, reflita se tem resposta para todas elas, caso alguma não esteja bem alinhada, é o momento de refletir se sua empresa precisa algum ajuste para melhorar seu desempenho de planejamento e disciplina.

- Qual o faturamento mensal de sua empresa?
- Sua empresa para mensalmente para analisar criticamente o desempenho através dos indicadores?
- Os indicadores de desempenho tem metas de curto e longo prazos?
- Os indicadores pertinentes são comunicados para a força de trabalho?
- Você não tem tempo para fazer a gestão da empresa, se não, quem está fazendo isso?
- Onde sua empresa estará daqui 5 anos?
- Quando você revisa as metas dos indicadores de resultado?

Frequentemente ouço “não sei”, “nunca pensei nisso”, “acho que”, o que revela que nesse caso está contando com a sorte. Os KPI (Key Performance Indicator), são os indicadores chaves de desempenho do seu negócio, é de fundamental importância e permitem facilitar a tomada de decisão com base em dados e fatos, antecipando situações que podem ser contornadas proativamente, ele amplia a visão sistêmica dos negócios através de reflexões de novas oportunidades de trabalho.

Abaixo alguns KPI’s relevante para serem controlados:

Volume de vendas
Rentabilidade
Taxa de crescimento
Satisfação de clientes
Reclamação de Clientes
Produtividade
Refugo / Retrabalho
Participação no mercado
Satisfação dos Funcionários
Absenteísmo / Rotatividade
Prazo de entrega
Estoques de Matéria Prima

Não importa qual o tamanho de sua empresa ou qual o segmento, você tem quem implementar a cultura e disciplina de controles dos indicadores estratégicos, todos têm que receber essa informação do diretor ao funcionário, pois cada um deve saber como está sua atividade e o que pode fazer para melhorar seus resultados. Não há necessidade de comprar um software ultramoderno para começar a fazer isso, se for o caso, comece com papel de pão, ou excel, mas não arranje mais desculpas para deixar de gerenciar sua organização. A saúde da empresa agradece.

Repito o que disse o guru Edwards Deming “Não se gerencia o que não se mede, não se mede o que não e define, não se define o que não se entende, e não há sucesso no que não se gerencia”.

Ficou com alguma dúvida, ou posso ajudar de alguma maneira, entre em contato.

Abraço

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento