Quem deve declarar o imposto de renda e como fazer?

Fique atento ao prazo que começa em março!

Todos os anos milhões de contribuintes entregam a declaração de rendimentos a Receita Federal, e é fundamental ficar de olho no prazo para não ter que arcar com multas, além de correr o risco de ter problemas com a Receita.
O Imposto de Renda, também conhecido como IRPF é o tributo mais importante que os brasileiros devem pagar e todos os trabalhadores, aposentados e pensionistas devem ficar atentos.
Sempre é bom lembrar que Al Capone, um grande mafioso conhecido em todo mundo nunca era preso, pois as investigações nunca conseguiam provas contra ele, mas foi através do imposto de renda que conseguiram provas e prenderam-no por sonegação de impostos. Então fique atento!
Quem também deve ficar atento ao Imposto de renda são os profissionais autônomos com movimentação bancária e aqueles que possuem o MEI (Microempreendedor Individual), além declarar os rendimentos do MEI, é muito importante declarar o IRPF com os valores que são contabilizados para rendimento pessoal.
Declarar o imposto de renda corretamente abre muitas oportunidades para financiar um imóvel, conseguir melhores linhas de crédito, além de evitar dores de cabeça com investigação da Receita Federal.
O que deve ser evitado pelo contribuinte que não quer ter problemas?
Não empreste cartão de crédito – É muito comum pessoas emprestarem o cartão para amigos e familiares, mas tome cuidado. Isso pode gerar uma movimentação incompatível com a sua renda e te ocasionar problemas.
Não empreste seu nome ou suas linhas de crédito – Muitas emprestam nome para amigos e familiares financiarem carro, fazem empréstimos para conhecidos comprarem algum bem, essa prática pode gerar alguns problemas, além de você correr o risco de ter que assumir uma dívida, você vai ter que declarar toda essa movimentação no seu imposto de renda e o esquecimento te coloca na linha de fogo para cair na malha fina.
Não são todos os contribuintes que devem declarar o IRPF e o governo Federal ainda não divulgou a tabela referente a 2019, mas se você se enquadra em algum dos casos abaixo, significa que você deve declarar, independente da tabela de rendimentos que será divulgada:

1) Contribuintes com investimentos na Bolsa de Valores, Mercado de Capitais ou similares.
2) Se você possui imóvel ou terreno com valor superior a R$ 300.000,00.
3) Se você obteve rendimentos não tributáveis acima de R$ 40.000,00. Esses rendimentos são aqueles que não geram lucro, nem valor líquido, assim não precisam pagar imposto.
4) Trabalhadores ativos ou aposentados que tiveram imposto de renda retido na fonte.
Ficam isentos de declarar imposto de renda:
Trabalhadores que tiveram rendimentos dentro da faixa de isenção.
Trabalhadores diagnosticados com alguma das doenças previstas na Lei nº 7.713/88.
Cumpra com seu dever de cidadão, fazendo uma declaração de renda assertiva e no prazo.

Comentários

Participe da comunidade, deixe seu comentário:

Deixe sua opinião!  Clique aqui e faça seu login.
    Felipe Silveira

    Felipe Silveira

    Felipe Silveira é especialista em Finanças Pessoais e Empresariais, Educador e Coach Financeiro. É formado em Contabilidade e Administração de Empresas com cursos de investimentos na Fundação Getúlio Vargas (FGV). Possui também formação em Personal & Professional Coaching e Leader as Coach pela SBCoaching, Treinamento de Inteligência Emocional e Analista de Perfil Comportamental – DISC pela AbraCoaching e Advanced Coach Practitioner. Foi Supervisor de Vendas na RIO 2016, liderando equipe comercial nas lojas próprias. É co-fundador e diretor na I.E.Business e Coach Financeiro no projeto “Mentalidade da Riqueza - Formando novos Milionários”, além de palestrante e investidor.
    café com admMinimizar