Quanto custa a falta de sintonia emocional entre colaboradores e líderes?

O prejuízo organizacional relacionado a ausência emocional

A prolongada ausência de sintonia emocional (contato, conversa, etc.) entre os colaboradores e líderes gera uma barreira na expressão das emoções e inibição de comportamentos necessários para o desenvolvimento do trabalho em sua plenitude e da realização pessoal do colaborador. Por exemplo, caso a relação esteja “fria” entre seus colegas e ou gerentes fica difícil ser espontâneo, proativo ou colaborador. Neste caso a comunicação, resolução de problemas e a equipe ficam prejudicadas. Como isso se instala na organização? Podemos corrigir esse desequilíbrio?

Segundo GOLEMAN (2012) as reações (comportamentos) negativas (indiferença, agressividade, raiva, etc.) advindas do abandono emocional dos gerentes ou líderes impactam na empatia. Esse mecanismo faz com que a ligação entre os colaboradores e os líderes fique prejudicada. Sem expor ideias, sem sentir confiança e sem poder contar com o líder a dinâmica de trabalho em hipótese alguma será eficiente.

Esse desequilíbrio pode ser corrigido com “reparação”, onde nos esforçamos para sintonizar novamente com a nossa equipe. Assim as interações poderão fluir com espontaneidade. Essa abordagem deve ser realizada antes de dar ordens ou estabelecer metas. O sentimento de “espelhamento” gera a sensação de ser entendido e reconhecido, isso contribui para a motivação e a produtividade.

Conecte-se aos colaboradores antes de dizer... faça isso... cumpra aquilo!

Fonte:

GOLEMAN, Daniel. Inteligência Emocional.

Gostou do artigo? O Prof. Marcelo tem a palestra: Relacionamento com inteligência emocional – Equipe unida e clientes satisfeitos. Agende a sua pelo telefone (31) 99206 0338 ou pelo e-mail solucao_x@hotmail.com

facebook.com/solucaox.cursoseconsultoria
youtube.com/solucaox

ExibirMinimizar
CEO Outllok, A era da liderança resiliente. Confira os Resultados.