Quando perceber que é hora de mudar de emprego

O momento de mudar emprego ocorrerá quando ver que perdeu toda a confiança e credibilidade daquela empresa, quando veio a insatisfação. Quando seus objetivos não foram alcançados, independente se tem uma crise ou não. Quando ver que suas contas aumentaram e o que ganha agora não irá suprir o precisará para daqui um tempo. Quando isto ocorrer será a hora de mudar de emprego

E agora? Quando devo procurar por um emprego novo? Muitos se questionam por esta pergunta, principalmente os jovens da Geração Y (aquela Geração que não para em um emprego como alguns gostam de dizer).

O que as Gerações mais velhas não entendem é que esta Geração não quer o Conformismo. Não dá para ficar parado esperando que as coisas aconteçam; tem que fazer acontecer. Não adianta ficar esperando a boa vontade daquela empresa que está há Anos te mudar de cargo; porquê o chefe acha que o seu colega do lado faz o trabalho melhor do que o seu mesmo que não faça nada e tampouco tenha algum perfil de liderança.

Passou o tempo em que a pessoa ficava anos naquela empresa, no mesmo cargo, achando que nada de mal possa ocorrer. Hoje as empresas que selecionam os profissionais, mas a Geração Y aprendeu a escolher as empresas e eles estão de olho na cultura empresarial, no tratamento, no ambiente de trabalho, as tecnologias utilizadas, a força de trabalho, oportunidade de crescimento e reconhecimento.

O momento de mudar emprego ocorrerá quando ver que perdeu toda a confiança e credibilidade daquela empresa, quando chegou a insatisfação. Quando seus objetivos não estão sendo alcançados, independente se tem uma crise ou não. Quando ver que suas contas aumentaram e o que ganha agora não irá suprir o precisará para daqui um tempo. Quando isto ocorrer será a hora de mudar de emprego.

O mercado percebeu este ritmo e muitas empresas tem acompanhado estas mudanças, com campanhas e participações de prêmio de "Melhores Empresas para se Trabalhar" e estão mostrando seu diferencial, buscando profissionais que estevam motivados e que queiram mostrar seus potenciais para o crescimento da organização.

Muitos podem criticar, mas o que a maioria da Geração Y perceberam é que não vale a pena ficar numa empresa ou determinado cargo só para alegrar familiares e amigos para depois reclamar da empresa, do salário e/ou do chefe. O que não pode deixar é que seus objetivos e necessidades fiquem de lado e se tornar um profissional frustado. Ser sincero consigo mesmo e com a organização é o primeiro passo para o verdadeiro amadurecimento profissional.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento