Professores, nossos primeiros chefes

Quando criança, quem nunca teve medo ou respeito acirrado por aquele professor?

Quando criança quem nunca teve medo ou respeito acirrado por aquele professor? Pois bem, acredito que todos nos tivemos um assim no começo de nossa vida escolar. Havia a professora que era muito querida, a professora que era chata e aquela que era muito brava. E o que todas elas tinham em comum? Todas elas queriam o nosso melhor. Isso mesmo! Todas queriam o nosso bem, só que cada uma de um jeito, cada uma tinha com seu perfil, personalidade, seu jeito próprio de demonstrar seu amor, sua atenção, seu jeito de se relacionar com as pessoas e de transmitir o que sentiam e pensavam.

Entrando na vida acadêmica não foi diferente, continuava a ter professores de diferentes perfis, alguns com quem existe maior facilidade de se aprender, com outros parece ser mais difícil pegar a matéria. Começamos a pensar que um professor é melhor que outro, até que se entende que a maioria dos professores se capacitaram para lecionar da melhor forma, dar a melhor entrega ao seu aluno, porém o que diferencia um do outro (não apenas professores e sim qualquer pessoa que esteja em nosso meio) são suas habilidades de comunicação, seu carisma, sua maneira de transmitir o que sabe, alguns são mais liberais, outros conservadores, tem também aqueles que zelam pela alta disciplina, cada um tem seu jeito, sua forma de liderar.

Na vida profissional, não paramos de ter professores, isso mesmo na vida profissional temos muitos professores, nossos chefes/lideres, com eles que aprendemos muitas coisas, aquelas coisas que a escola não nos ensinou, continuamos a ter que lidar com aquele “professor” querido, chato e aquele bravo, novamente temos que lidar com pessoas de diferentes perfil e personalidade. É certo que teremos que se relacionar com as pessoas pelo resto de nossas vidas, existe muita semelhança da escola com o trabalho, só que dessa vez é diferente, na escola tinha nossos professores para nos orientar quantas vezes fossem necessário até nós aprender, e no trabalho também seremos orientados, só que uma vez ou no máximo duas, pois perdemos aquele luxo de quando nos podíamos errar.

Portanto, nós já tínhamos nossos primeiro chefes na escola, nossas primeiras interações com grupos coletivos, assim como temos hoje na universidade e no mundo corporativo. Cabe a nós entender que o mundo é feito de pessoas, processos são feito por pessoas, novas tecnologias são feito por pessoas, enfim, tudo é movido por pessoas, então mais do que nunca a habilidade de se relacionar com as pessoas de nosso ciclo é o que vai nos fazer a diferença no que fazemos. E conquistar o sucesso.

ExibirMinimizar
aci institute 15 anos compartilhando conhecimento