Processo, Tecnologia e Pessoas: a melhor engrenagem para enfrentar uma crise

Aliando processo, tecnologia e pessoas é possível amenizar os reflexos da crise

No cenário atual da economia brasileira vemos empresas cortando gastos, diminuindo ou zerando possíveis investimentos, demitindo pessoas e até encerrando os negócios. Por outro lado, temos também as empresas que estão conseguindo enfrentar a crise de forma menos penosa. São exatamente aquelas que aproveitaram as boas fases da economia e buscaram melhorar seus Processos de Operação e Negócio, utilizar a Tecnologia da Informação para suportá-los e capacitar as Pessoas para performar nas suas responsabilidades de forma alinhada.

Essa maturidade empresarial focada nos 3 pilares: Processo, Tecnologia e Pessoas, forma uma engrenagem empresarial ajustada, e por consequência consegue elevar a Produtividade e Resultados Financeiros de qualquer negócio.

A Produtividade significa mais eficiência nas entregas, demanda menos tempo e esforço, elimina erros, reduz riscos e estrutura, portanto a elevação da Produtividade reflete nos Resultados Financeiros criando um “colchão de conforto” para enfrentar situações adversas e diferencial competitivo para estar à frente de seus concorrentes.

Recentemente tive a satisfação de acompanhar um projeto que chancela fielmente o conceito da engrenagem. Um processo de negócio bem modelado e eficiente contando com métricas de desempenho, a sistematização e automatização do processo que eliminaram 100% dos erros e reduziram o tempo e esforços gastos de 20 para dois dias, assim permitiu as pessoas direcionarem suas responsabilidades em estratégias que agregam valor.

Por isso, o empresário precisa fazer a lição de casa antes de ser acometido por uma crise. A hora de observar a empresa e de realizar mudanças é quando ela está bem, não lembrar da engrenagem empresarial apenas nos tempos de crise.

Publicado originalmente na plataforma Pulse, no LinkedIn

ExibirMinimizar
aci baixe o app